JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 29 de julho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Atendimento especializado nas UBSs voltarão gradativamente, segundo adjunta de Saúde

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

21/07/2021 - 00:00:00. - Por Rafaella Massa Última atualização: 21/07/2021 - 06:48:10.

Segundo a secretária-adjunta de Saúde, Valdilene Rocha, a prioridade será dada aos pacientes que aguardam há mais de um ano por consultas, de acordo com as necessidades de cada um (Foto/Jairo Chagas)

Está programado o retorno dos atendimentos por especialidade nas unidades básicas de saúde. A informação é da secretária-adjunta da Saúde de Uberaba, Valdilene Rocha. Em entrevista ao programa Pingo do J, da Rádio JM, nesta terça-feira (20), Valdilene afirmou que o retorno já foi programado junto à diretoria de Atenção em Saúde, responsável pela área, e também junto à área de regulação de leitos.

“As unidades de saúde já estão se programando para que possamos voltar gradativamente, sem aglomerações nas unidades, para que os pacientes que estão aguardando essas especialidades sejam atendidos. As equipes já entenderam, o Município também, que hoje a necessidade desses pacientes voltarem a ter esse atendimento é muito grande, para evitar posteriores internações e evitar nosso quadro de regulações com relação a leitos”, afirma a secretária adjunta.

Serão priorizados, em um primeiro momento, os pacientes que estão aguardando há mais de um ano por consultas, de acordo com a necessidade do paciente. Segundo Valdilene, no momento, as especialidades de maior urgência são as de cardiologia, neurologia e vascular, que são também os pacientes que apresentam mais complicações no âmbito de especialidade no cenário atual.

A secretária-adjunta ainda reforçou que especialidades como ginecologia e ortopedia, entre outras, continuaram com o atendimento eletivo de consultas e já estão acontecendo. Nesses casos, o número de atendimentos irá aumentar, como os de gastroenterologia. “Nós ressaltamos essas outras especialidades [cardiologia, neurologia e vascular] porque são as que nós mais vemos complicações com internações, mas não esquecemos as outras e elas estão acontecendo sim, mesmo que em menor proporção, mas estão acontecendo”, explica Valdilene.

As consultas e cirurgias de oftalmologia estão sendo avaliadas pela Atenção Especializada, para que os atendimentos voltem a ocorrer, porém, ainda sem data específica ou locais de atendimento especificados no momento. Valdilene informou que o Governo Municipal está desenvolvendo um credenciamento interno para empresas que se disponibilizam a fazer as cirurgias de catarata e que já há recursos. De acordo com a secretária-adjunta, atualmente, há uma demanda represada de mais ou menos umas 800 pessoas aguardando cirurgia de catarata.

“Ainda não tem a data de abertura da licitação para as empresas e hospitais que se interessarem na parceria para realizar as cirurgias. Porém, o termo de referência já está em construção e depois é preciso aguardar o recurso estar em conta para terminar esse termo de referência para dar andamento no processo, que chegará no setor de contas provavelmente na próxima semana, para que esse setor de licitação providencie a chamada pública”, explica Valdilene Rocha.

A realização das cirurgias está sendo analisada em formato de mutirão, porém, com cuidados redobrados, por causa da pandemia da Covid-19. Valdilene reforça que, com o vírus ainda em circulação, não é possível fazer o atendimento de 15 a 20 pessoas por dia, como ocorria antes da pandemia.

Saúde mental

Em relação às pautas de saúde mental, que vêm estado vêm se popularizando, Valdilene conta que a atenção psicossocial agora é uma diretoria e já foi realizado um chamamento público, além da contratação de mais três psiquiatras, que já estão se apresentando no setor com as documentações e iniciarão nos CAPS na próxima semana.

“Além disso, a Unidade de Pós- Covid, que fica lá no bairro São Cristóvão, tem o atendimento de psicologia para dar atenção com relação ao público com relação ao luto e o pós-pandemia”, finaliza.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia