JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 29 de julho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Inverno começa hoje: Previsão aponta tempo seco e temperaturas em alta

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

21/06/2021 - 00:00:00. - Por Joanna Prata Última atualização: 21/06/2021 - 07:58:06.

O inverno não deve ser de frio intenso em Uberaba, segundo o Inmet, e a chuva não deve aparecer por aqui (Foto/Jairo Chagas)

Neste dia 21, mais precisamente às 0h32, teve início o inverno. As previsões do Instituto Nacional de Meteorologia para a região do Triângulo Sul é que a estação, que termina em setembro, seja seca.  “Sem chuva praticamente no estado inteiro", informou Anete Fernandes, meteorologista do instituto. As características desse inverno será de predomínio de céu claro, o que leva a grande amplitude térmica diurna. “Noites e madrugadas com temperaturas amenas e temperaturas bem elevadas no período da tarde'', explicou a meteorologista.   

Anete Fernandes informou que a tendência deste inverno é que poucas massas de ar frio cheguem à região do Triângulo Sul. Tudo aponta para que as temperaturas fiquem acima da média.  “A gente espera uma recorrência menor de episódios de ar frio. Esses episódios são massas de ar frio que atingem o estado com intensidade moderada a forte. Então ela provoca um declínio brusco de temperatura de um dia para o outro”, explica. Quando essas massas atingirão a região só é possível prever durante o decorrer da estação, mas Anete garante que a tendência é que tenha poucos episódios de ar frio em Minas Gerais o inverno em 2021.  

Esse período de tempo seco e baixa umidade do ar tende a favorecer a propagação de incêndios e queimadas. “Quem fuma ou acende um palito de fósforo tem que ficar atento, antes de descartar, que realmente está apagado, porque isso pode gerar incêndios que se alastram rapidamente”, alertou Anete . Outra característica do inverno é a piora da qualidade do ar. A meteorologista explicou que isso acontece porque a atmosfera fica mais estável nesse período. “A poluição e a poeira ficam parados no primeiro quilômetro da atmosfera. A atmosfera mais parada dificulta a dispersão de poluentes e, com queimadas, tende a piorar ainda mais”, completou Anete.

Uma curiosidade que a meteorologista contou à reportagem do Jornal da Manhã é que a precisão de horário para o início da estação é decorrente do solstício de inverno no hemisfério sul. “Esses exatos 32 minutos iniciais do dia 21 de junho, quando a Terra se posiciona de forma que ela recebe uma incidência maior de radiação no hemisfério norte e uma incidência menor de radiação no hemisfério sul, por isso um hemisfério está no verão e o outro no inverno”, contou Anete. A meteorologista explicou que o que marca o início das estações são as mudanças do posicionamento da Terra em relação ao sol, por isso a precisão na marcação dos minutos.


 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia