JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 14 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Prefeitura se compromete a regularizar serviços funerários do município em acordo assinado com o Ministério Público

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

11/06/2021 - 14:56:55.

A Prefeitura de Uberaba firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) referente a regulamentação dos serviços funerários do município, junto ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da 15ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Tutela de Fundações da comarca de Uberaba.

Entre os compromissos assumidos está o de encaminhar um projeto de lei à Câmara Municipal com o objetivo de implantar e regularizar os regimes jurídicos de prestação serviços funerários e as regras de transição normativa. O projeto deverá levar em consideração as peculiaridades locais e deve ser entregue no prazo de 120 dias e em caso de descumprimento do TAC, o município deverá pagar multa de R$ 1 mil para cada obrigação não respeitada.

A Prefeitura também assumiu a obrigação de realizar no prazo de 60 dias, procedimento licitatório para contratação da prestação de serviços de auxílio-funeral, visando atender ao benefício eventual, que busca reduzir a vulnerabilidade provocada por morte de membro da família, nos casos previstos no Decreto Municipal n.º 4.330/2019, com as alterações introduzidas pelo Decreto Municipal n.º 4.617/2019.

O termo pede que o encaminhamento do projeto seja precedido de audiências públicas, realizadas virtualmente, em razão da pandemia, com ampla divulgação na imprensa local e nos meios eletrônicos. Essas audiências têm como objetivo ouvir a população, os interessados, os órgãos públicos municipais e os empresários do setor, abrindo a oportunidade para os debates democráticos sobre o tema, intercâmbio de experiências, sugestões, críticas e propostas.

O município ainda se comprometeu, durante o período de transição, a permitir o funcionamento regular das empresas privadas de serviços funerários instaladas, cadastradas, fiscalizadas pelos órgãos municipais, incluindo a vigilância sanitária e a defesa do consumido, e em efetiva operação. Ressaltando que o projeto não poderá ultrapassar a data limite de 31 de dezembro de 2022.

Para o promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Uberaba, José Carlos Fernandes Junior, o compromisso assumido “representa um avanço importantíssimo, já que o município convive com uma regulamentação precária e sem efetividade há décadas, gerando grave insegurança jurídica”. Ele também informou que espera que, após amplo debate público, seja construída uma regulamentação que atenda às peculiaridades do município e, ao mesmo tempo, respeite a Constituição da República.

A Prefeita de Uberaba, Elisa Gonçalves Araújo, pontuou que, para regulamentar a prestação de serviços funerários, pretende realizar um trabalho conjunto com a comunidade e o Legislativo.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia