JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 21 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Semana de combate à exploração sexual infantojuvenil é aberta

Programação teve início com evento na Câmara Municipal e hoje acontece carreata, às 13h30, e ainda serão realizadas palestras e rodas de conversa de forma online

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

18/05/2021 - 00:00:00. - Por Joanna Prata

Evento na Câmara Municipal ontem marcou a abertura da campanha “Faça Bonito”, de enfrentamento à pedofilia (Foto/Internet)

Nessa segunda-feira foi aberta a programação da campanha “Faça Bonito”, que marca a Semana de Combate à Exploração Sexual Infantojuvenil em Uberaba. A abertura teve transmissão pela TV Câmara de Uberaba e contou com a presença da prefeita Elisa Araújo, do coordenador regional das Promotorias de Justiça de Defesa da Educação e dos Direitos da Criança e do Adolescente do Triângulo Mineiro, promotor André Tuma; da secretária de Desenvolvimento Social, Gicele Gomes, e do presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, William Rodrigues Brito.

No discurso de abertura, o presidente da Câmara Municipal falou sobre a importância da data, que surgiu após o caso da menina Araceli, que em 18 de maio de 1973 sofreu abuso sexual e foi assassinada e até hoje o caso não foi solucionado. “Esta semana tem como objetivo mostrar à sociedade que se trata de um compromisso coletivo cuidar para que a população infantojuvenil tenha uma vida plena e com a garantia do desenvolvimento sexual saudável, ou seja, sem violências”, afirmou Ismar Marão.

O promotor André Tuma lembrou do papel das escolas, tanto para identificar os casos de crianças que possam estar sofrendo abusos, como tratar da educação sexual. “Quando a gente defende educação sexual nas escolas, não estamos falando de erotização precoce, não estamos falando de levar crianças e adolescentes para um desenvolvimento sexual que não seja compatível com a sua idade. Estamos falando de informações importantes para que ela (criança) possa se proteger, para que ela saiba qual tipo de abordagem está equivocada, qual tipo de toque não pode acontecer, para que ela também possa se defender”, explicou o promotor.

Tanto o promotor André Tuma como o presidente do Comdicau, William Rodrigues Brito, falaram sobre o aumento dos casos no período da pandemia, não apenas em âmbito municipal, mas no cenário nacional. Segundo William, no primeiro trimestre de 2021 em Uberaba, foram mais de 700 ocorrências com foco em criança e adolescente e cerca de 128 casos envolvendo abordagens com violência de cunho sexual.

A programação inclui a realização de carreata nesta terça-feira, às 13h30, com saída da Casa de Guadalupe, para chamar atenção para a causa, na data em que o crime contra a menina Araceli completa 48 anos sem resolução. Também estão previstas palestras e rodas de conversas. Todos os eventos serão online.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia