JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 21 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Pró-reitora da Uniube afirma que 95% das atividades seguem em formato remoto

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

17/05/2021 - 00:00:00. - Por Raiane Duarte

A retomada das aulas é um assunto que vem sendo discutido em todas as esferas de ensino, inclusive no superior. Em entrevista à rádio JM, a pró-reitora da Universidade de Uberaba (Uniube), professora Heliodora Collaço, explicou que a instituição atua em sistema híbrido, mas que grande parte das atividades ainda seguem no formato remoto. 

Questionada sobre as medidas adotadas na parcela de atividades presenciais, ela afirmou que são seguidas as determinações do Ministério da Educação e da Prefeitura Municipal de Uberaba. “Foi autorizado o retorno gradual para determinadas atividades, as de cunho prático, principalmente na área da saúde”, explicou. A pró-reitora ainda pontuou que atualmente a demanda por profissionais de saúde para atuarem no enfrentamento à Covid é muito grande, o que na visão dela, justifica a retomada dessas aulas. 

Porém, essa parcela de atividades presenciais é pequena em relação às remotas, conforme a professora. "Nós temos também menos de 5% do campus sendo ocupado pelos estudantes e professores, ou seja, mais de 95% das atividades continuam no ambiente remoto". Collaça ainda pontua que o retorno presencial foi balizado por comitê de segurança sanitária criado pela universidade.  

Collaça pontuou que o ensino superior na rede privada não foi tão afetado quanto na esfera pública, pois houve uma adaptação mais rápida de migração para as aulas virtuais. Porém, destacou ainda que o momento segue delicado. "É muito claro para nós que a sociedade humana terá um momento antes e pós-pandemia [...] E, em todos esses processos de transformação da sociedade, a educação assume um protagonismo muito forte”, afirma.


 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia