JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 15 de maio de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Cientistas da UFTM realizam pesquisa sobre composto inibidor do coronavírus

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

12/04/2021 - 00:00:00.

Pesquisadores da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), em colaboração com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), produziram um artigo científico sobre um peptídeo - composto formado pela união de dois ou mais aminoácidos - inibidor do coronavírus, agindo na superfície do vírus, chamada de proteína spike. 

Segundo o técnico dos laboratórios de Física da UFTM e pesquisador do estudo, Frederico Campos Freitas, a metodologia pode ser utilizada para um teste rápido e de baixo custo de futuros compostos a serem utilizados para minimizar ou mesmo evitar a infecção pelo coronavírus e suas variantes.

O trabalho aponta que a infecção da doença ocorre quando a proteína spike, da superfície do coronavírus, se liga à enzima receptora da célula humana. A ideia da pesquisa é soltar peptídeos no ambiente celular que se ligariam à proteína do vírus, antes da mesma se conectar à enzima humana. Sabendo disso, os pesquisadores desenharam um peptídeo híbrido, baseado na enzima receptora da célula humana, que inibe a spike do coronavírus.

O trabalho foi publicado na revista científica 'Journal os Chemical Information and Modeling', que tem como foco a química computacional. Através de simulação computacional foi registrado que os peptídeos inibidores teriam um novo mecanismo para a ação do vírus. Isso sugere uma possível correlação com a forma mais infecciosa do novo coronavírus.

 

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia