JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de fevereiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Ato de motoristas de aplicativos reúne 500 veículos em carreata

Movimento protesta contra a redução de ganhos da categoria e os constantes aumentos nos preços dos combustíveis

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

23/02/2021 - 19:04:16. - Por Daniela Brito Última atualização: 23/02/2021 - 19:34:26.

Foto/Israel Júnior

Motoristas de aplicativo ficaram ‘offline’ nesta terça-feira (23) em repúdio ao Uber Promo e 99 Poupa que tornam as corridas inviáveis, por oferecer preços abaixo da tabela e ainda contra o In Drive, empresa russa que estabelece forte concorrência com a atuação dos profissionais. O ato também é justificado pelas constantes altas dos preços dos combustíveis, que impacta diretamente na renda dos motoristas. 

O serviço deve ser interrompido para os clientes durante doze horas consecutivas em Uberaba. A paralisação começou às hoje 12h e segue até a meia noite. 

Ao mesmo tempo, motoristas realizaram um manifesto pacífico, parando os veículos nas duas faixas da avenida Santa Beatriz, próximo ao Shopping Uberaba. A mobilização não interrompeu o trânsito e, sequer, fechou os cruzamentos. Houve o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar. 

Mais de quinhentos motoristas participaram do ato, que foi finalizado com uma grande carreata pelas ruas da cidade. Segundo os organizadores, a carreata teve como objetivo chamar a atenção da população quanto a situação que os profissionais enfrentam para trabalhar.

Após percorrer várias ruas e avenidas, o cortejo terminou na praça da Mogiana. No local, os organizadores agradeceram o apoio da Guarda Municipal e pediu uma salva de palmas para os agentes que atuaram durante a carreata.  

Uma das organizadoras do movimento, Elaine da Silva Dahdah avalia como positivo o ato ocorrido nesta terça-feira, que contou com a adesão maciça dos profissionais. "O movimento contou com grande participação de motoristas e ficamos satisfeitos com o resultado" diz. No entanto, ela também lamentou a falta de apoio de outros colegas, que embarcaram passageiros em meio à paralisação. "Infelizmente, ainda há quem não nos apoia nessa luta, que é de todos", finaliza.

O manifesto seguiu diretriz da paralização nacional e aconteceu simultaneamente em outras cidades da região. 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia