JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 18 de janeiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

"Leite de saquinho" Centenário volta a ser vendido em Uberaba

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

13/01/2021 - 15:50:56. - Por Eduardo Marins Última atualização: 13/01/2021 - 15:53:55.

O famoso leite da marca “Centenário” está de volta ao mercado e vai ser vendido em Uberaba, na região e em outras partes do país também. A informação foi repassada pelo ex-Secretário Municipal do Agronegócio e vice-presidente do Sindicato Rural de Uberaba, Luiz Carlos Saad.  

A produção do leite será feita pela empresa de laticínios Taquari, que se instalou em Uberaba ano passado. A expectativa é que outros produtos também sejam fabricados pela empresa, como manteigas, requeijões, e até mussarela. 

A marca “Centenário” foi arrematada em leilão em 2020, sendo comprada pelo valor de R$61,2 mil pelos Laticínios Taquari, com sede em Santa Juliana. Para a comercialização do leite, os novos proprietários da marca mantiveram a logomarca da vaca com a Igreja Santa Rita no fundo.

Saad conta que muitas pessoas foram criadas tomando este leite e que a volta traz boas recordações da infância. O retorno do produto coloca, ainda, a cidade de volta na cadeia do leite nacional. "Essa é uma questão do estudo de cadeia. A cadeia do leite em Uberaba, com a época da Copervale funcionava perfeitamente, era uma das grandes cooperativas do interior do Brasil. Com o acidente todo que teve, houve quebra da cadeia da produção, houve a evasão grande de produtores da área, a gente ficou perdido, órfão", analisa.

O processo de falência da Copervale está em tramitação judicial desde 2013 por dívida que já ultrapassa R$ 55 milhões. A cooperativa foi fechada em 2013 e desde então está em situação de abandono. Denúncias no ano de 2007 dão conta que a cooperativa estaria adulterando o leite integral levaram a Polícia Federal a deflagrar a operação Ouro Branco, que prendeu 27 pessoas, incluindo o ex-presidente da empresa, Luiz Gualberto. A falência da Copervale foi oficialmente decretada no início de julho de 2018, por decisão do juiz Stefano Renato Raymundo.

A reportagem do Jornal da Manhã entrou em contato com a empresa pedindo mais informações sobre a expectativa das operações este ano na cidade, mas até o fechamento desta matéria não tivemos retorno. O espaço segue aberto para manifestação.


 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia