JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 04 de dezembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Moradores acusam construtora de cometer erros no Manoel Mendes

Esta não é a primeira denúncia contra a empresa, que deverá responder a questionamentos do Ministério Público

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

30/10/2020 - 00:00:00. - Por Daniela Brito

Foto/Divulgação

 

Moradores alegam que problemas proporcionados pela obra estão causando danos à praça e transtornos à população 
 
Mais uma polêmica envolvendo praça recém-revitalizada, na rua Adherbal Poveiro Silveiro, no Manoel Mendes, que tem passado por novas obras para receber implantação de rede de esgoto para atender o empreendimento da Inter Construtora, localizado na avenida Nossa Senhora do Desterro.

Agora, moradores alegam que a empresa está cometendo uma série de erros que atrasa a obra e prejudica a praça. Segundo consta, houve o rompimento de uma adutora de água da Codau e ainda dano de linha elétrica da Cemig. Desta forma, todo serviço feito na semana passada está sendo refeito, com nova abertura no asfalto. “Estão reabrindo tudo que fecharam na semana passada. Um transtorno para moradores e frequentadores da praça”, diz um morador.

Além disso, moradores acusam a Inter Construtora de descumprir o acordado com a Associação de Moradores. Segundo documento, a empreiteira deslocaria o trajeto da tubulação, que passaria pela rua Adherbal Poveiro Silveiro, por dentro da praça, distante nove metros do meio-fio, com intuito de resguardar as árvores e garantir segurança dos moradores do entorno. “Mas, não é isso que está sendo feito. A tubulação está a três metros do meio-fio, no máximo” diz um denunciante. 

Inclusive, o problema foi levado ao Ministério Público, com instauração de “Notícia de Fato” pela promotora de Justiça Monique Mosca, para apurar possíveis prejuízos ambientais decorrentes das obras. Moradores também cogitam a possibilidade de firmar um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) para que os danos sejam revertidos em obras de melhoria da praça e da Associação de Moradores, cuja sede está sendo utilizada pela empreiteira como depósito, “de graça”. 
 
Engenheiro assegura que praça será entregue intacta ao concluir a obra 
 
O engenheiro da Inter Construtora, Leandro Henrique Cardoso, confirma o rompimento da rede de distribuição de água. Segundo ele, a movimentação no canteiro de obras ocasionou o rompimento da adutora, porém o problema foi solucionado. “Mas não foi necessária a reabertura do asfalto”, garante. 

Ele também confirma o acidente na rede elétrica, que já está sendo sanado pela Cemig. 

Em relação à implantação da rede de esgoto, o engenheiro assegura que está sendo respeitado o distanciamento “aproximado” de nove metros, conforme acordado com a Associação de Moradores. Ele diz que em alguns locais, não é possível cumprir a distância exata devido a alguns obstáculos como árvores, postes e até a quadra, mas, em nenhum local, a tubulação ficará a três metros do meio-fio.  

Segundo o profissional, a praça será entregue com as devidas benfeitorias pela empreiteira após a conclusão do serviço e desconhece qualquer denúncia em averiguação no Ministério Público. 

Acionada, a Codau informou, em nota, que a Inter Construtora, durante a sua obra de construção de emissário de esgotos, que atravessa a praça do conjunto Manoel Mendes, provocou um vazamento na rede de distribuição de água. A Codau foi acionada e já realizou, na manhã desta quinta-feira (29), a manutenção corretiva da tubulação. Segundo a autarquia, a fiscalização refere-se tão somente às diretrizes emitidas em relação à obra do emissário e, neste sentido, está acompanhando o andamento dos trabalhos. “A responsabilidade técnica da obra é do engenheiro da empreiteira”, finaliza o texto.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia