JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 03 de dezembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Sem ação para área de Saúde, Santa Casa vende seus imóveis

Trata-se dos últimos imóveis da entidade, compostos de conjunto de salas, lojas e garagens em prédios na área central da cidade

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

27/10/2020 - 00:00:00. - Por Daniela Brito Última atualização: 27/10/2020 - 16:44:49.

Foto/Jairo Chagas


Prédio conhecido como Santa Casa de Misericórdia de Uberaba, na praça Thomaz Ulhôa, já havia sido doado em 1967 ao Hospital de Clínicas

Santa Casa de Misericórdia Uberaba vai vender o que resta de seu patrimônio imobiliário. Edital de alienação de bens imóveis foi publicado pela Associação de Direito Privado.  No total são dez imóveis, sendo cinco salas comerciais, duas lojas e três garagens instaladas em prédios comerciais na região central da cidade.

De acordo com edital, assinado pelo provedor, o médico Nilson Camargo Roso, os interessados devem encaminhar as propostas até a próxima sexta-feira, dia 30 de outubro, de forma individual, para cada imóvel. O leilão está marcado para o dia 5 de novembro. Segundo o provedor, os imóveis são os últimos que restaram do patrimônio da Santa Casa de Misericórdia, que perdeu sua finalidade de assistência à saúde desde a doação do quarteirão de 19 mil metros quadrados, em 1967, para o hoje Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

Se as vendas se confirmarem, ele informa que os recursos arrecadados podem ser doados a instituições públicas. “Tudo depende do conselho”, diz.

Hoje, os imóveis à venda geram despesas, visto que apenas um está alugado e nos demais há cobranças de condomínio, o que é muito oneroso para a Associação de Direito Privado. Além disso, somente com a comercialização de todos os bens, é possível encerrar as atividades da associação.

As propostas serão analisadas em assembleia geral, marcada para o dia 5 de novembro. Nilson Camargo Roso informa que os preços apresentados pelos compradores devem estar dentro dos valores de mercado, que já foram apurados junto às imobiliárias de Uberaba.

Ainda conforme o edital, o proponente vencedor deve pagar 20% do valor proposto em até três dias úteis após aprovação da venda pela assembleia geral, a título de sinal. Já os 80% restantes devem ser pagos em até 30 dias, sendo que a falta do pagamento caracteriza desistência da compra. 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia