JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 30 de novembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Casos de violência contra a mulher caem, mas denúncias pelo Disque 180 crescem

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

25/06/2020 - 00:00:00. - Por Daniela Brito

Centro Integrado da Mulher (CIM) registra baixo número de atendimentos relacionados à violência contra a mulher em Uberaba. A informação é da gerente do local da unidade, Juciara Moura Limírio, em entrevista à Rádio JM. De acordo com ela, os números contradizem os índices nacionais, que apontam aumento de casos de violência doméstica praticados contra mulheres no país. Segundo Juciara, Uberaba, assim como Minas Gerais, registra queda nestes tipos de atendimento.

A gerente do CIM informa que a média é de 80 atendimentos presenciais por mês, desde o início da pandemia. “Já tivemos números maiores”, informa. Mas o CIM Uberaba se prepara para o período pós-Covid-19, quando poderá ocorrer o aumento dos atendimentos. “Acreditamos que, após a pandemia, nossa demanda aumente”, afirma.

Por outro lado, ela revela que houve aumento de 40% no volume de ligações pela Central de Atendimento à Mulher, através do Disque 180. A maior parte das ligações, conforme revela, são de denúncias anônimas, onde há indícios de violência doméstica. Nestes registros existem apenas o nome e o endereço da vítima. Após recebida, a denúncia é encaminhada à Delegacia de

Orientação e Proteção à Família de Uberaba, se transforma em ordem de serviço e começa a ser investigada pela Polícia Civil.

O aumento no volume de ligações segue a tendência nacional. Segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMDH), o canal registrou em abril um aumento de 40% no volume de ligações, se comparado ao mesmo mês de 2019. Somente em março, com o início da quarentena na segunda quinzena, o número de denúncias aumentou quase 18%. Para denúncias que necessitam de intervenção imediata e urgente, Juciara Moura orienta acionar o 190.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia