JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 10 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Mantenedora do colégio José Ferreira minimiza estado de greve de professores

De acordo com a CNEC, o movimento teve baixa adesão, de apenas 10%

27/05/2020 - 12:17:59. - Por Daniela Brito

Jairo Chagas

Direção do Colégio Dr. José Ferreira, por meio da mantenedora, Campanha Nacional das Escolas da Comunidade (CNEC), se posicionou sobre o estado de greve de professores, decidido através de assembleia geral realizada pelo Sindicato dos Professores das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinpro-MG).

Segundo informa, o estado de greve teve adesão de apenas 10% dos professores. Isso porque apenas doze profissionais participaram da assembleia geral de um universo de 120 professores. Neste sentido, a CNEC informa que não houve unanimidade na decisão, visto que “não reflete a totalidade do quadro de professores, mas, sim, o quantitativo de profissionais que participaram da assembleia geral”. 

A mantenedora também ressalta que estado de greve é configurado por um momento de debate, reflexão e mobilização sobre um processo que pode ou não resultar em uma greve, “movimento que é um direito legítimo dos trabalhadores”, diz a nota enviada à redação.

Além disso, o texto diz que a CNEC segue com todos os esforços, junto aos sindicatos, para negociar um acordo que contemple as necessidades das partes e mantenha o maior número possível de postos de trabalho.

Em relação às rescisões trabalhistas, cuja denúncia é de que não teriam sido pagas, a mantenedora informa que maioria dos colaboradores desligados no mês de abril assinaram o acordo proposto com a instituição e já estão recebendo as parcelas pactuadas.

 


Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia