JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 10 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

95 profissionais já foram chamados a integrar atendimentos no HC-UFTM

Ao total são 119 profissionais aprovados no processo emergencial da rede Ebserh

25/05/2020 - 11:45:59. Última atualização: 25/05/2020 - 11:46:15.

A rede Ebserh já foram contratou 95 profissionais temporários, incluindo enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e médicos, dos 119 profissionais que passaram no processo seletivo emergencial para o Hospital de Clínicas da UFTM. Segundo a rede, todo eles têm passado por capacitação para atendimento dos casos simples e graves de covid-19.

No HC-UFTM foram disponibilizados 54 leitos para pessoas acometidas pelo novo coronavírus, sendo 38 de enfermaria adulta, pediátrica e obstétrica, e 16 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulta, pediátrica e neonatal. O hospital prevê, ainda, uma ampliação de mais 16 leitos de enfermaria, totalizando 70.

Para o enfrentamento à pandemia, a Rede Ebserh descentralizou R$ 3,8 milhões para o HC. Foram destinados R$ 117 mil para a aquisição de monitores e ventiladores pulmonares, R$ 37 mil para manutenção de ventiladores que a unidade já possuía, R$ 455 mil para reforma e adequação do espaço físico e R$ 3,2 milhões para a aquisição de medicamentos e materiais médico-hospitalares, incluindo equipamentos de proteção individual (EPIs) e kits para testes de Covid-19.

No pronto-socorro, houve reserva de uma área de 145 m², composta por duas enfermarias, sala de prescrição e sala de isolamento, exclusivamente para casos suspeitos de Covid-19. Fisicamente isolada por portas e paredes-divisórias, a seção conta com rápido acesso ao elevador que conduz ao Bloco Cirúrgico e ao pavimento de internação criado para adultos com a infecção. Já na UTI Neonatal e Pediátrica, houve separação entre as áreas destinadas a neonatos (agora com porta exclusiva, no corredor) e crianças mais crescidas, em área protegida por antecâmara de acesso. Tal mudança provocou, além da intervenção na alvenaria, a criação de novos pontos de energia.

Ao final do corredor da Neurologia, uma sala de 119m² foi reservada exclusivamente para adultos com Covid-19. “Foi instalada antecâmara de acesso e salas de apoio para as equipes assistenciais. A área recebeu nova pintura, climatização, suportes para monitores, sistema de exaustão e filtragem do ar, manutenção da rede de gases e do piso”, detalha o chefe da Divisão de Logística e Infraestrutura Hospitalar, Luiz Humberto Camilo.

Na ortopedia, duas enfermarias de isolamento receberam pintura, climatização, adaptações elétricas e hidráulicas, de modo a comportar um laboratório para exames diagnósticos para infecção pelo coronavírus. Quartos do entorno sofreram mudanças estruturais para ganharem mais espaço útil, tais como a eliminação de armários sem função assistencial, de modo a receber os leitos que ficavam na área onde será instalado esse laboratório. "No setor de Ginecologia e Obstetrícia, parte da sala de espera foi transformada em um corredor formado por divisórias, servindo de antecâmara de isolamento para leitos destinados a gestantes com a doença", completa Camilo.

 

O HC é referência para receber gestantes e neonatos com a doença, bem como crianças com necessidade de internação em UTIs. Para o atendimento da população adulta em geral, é o segundo hospital de retaguarda para a Macrorregião do Triângulo Sul, que inclui Uberaba e outros 26 municípios.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia