JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 27 de maio de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Isolamento social impacta diretamente os catadores de recicláveis

01/04/2020 - 00:00:00. - Por Michelle Rosa

Foto/Arquivo

Catadores de recicláveis também estão sofrendo os impactos da Covid-19. De acordo com informações da Cooperativa dos Catadores de Resíduos Sólidos e Materiais Recicláveis de Uberaba (Cooperu), além das pessoas que são do grupo de risco e que não podem trabalhar, eles têm sofrido com o isolamento social.

“A saúde de cada uma das pessoas vem em primeiro lugar. Mas sabemos que vamos colher no futuro dias difíceis, temos muitas pessoas que vivem da coleta de produtos reciclados que não podem trabalhar porque são do grupo de risco. Muitas continuam trabalhando, mas de acordo com os cuidados necessários e do administrativo”, destaca José Eustáquio de Oliveira, diretor da Cooperativa.

Ainda de acordo com o diretor, a coleta de resíduos nesse período está restrita. “Como Uberaba não tem uma política de coleta seletiva implantada, tudo que é dispensado pelas pessoas vai parar no aterro sanitário e não vai para reciclagem como deveria. O que conseguimos é fazer a coleta em pontos específicos, mas isso está muito aquém do ideal. Por isso, agora enfrentamos uma questão de saúde, a falta de material para trabalhar e de empresas para comprar”, explica.

Ele continua. “Alguns dos catadores de recicláveis avulsos continuam nas ruas tentando recolher algum material, mas não têm para quem vender, porque tudo parou. Então o que nos resta é esperar para ver o que será”, comenta.

Em Uberaba, a regra para catadores de recicláveis vale de acordo com o decreto Nº 5372, publicado no Porta voz, em 25 de março de 2020, que reza que “ficam as entidades sem fins lucrativos obrigadas a adotarem medidas de proteção a saúde de que trata este Decreto com a utilização de equipe reduzida e necessária ao serviço e a observância das regras de higiene, prevenção, distanciamento mínimo de 2 (dois) metros entre pessoas, uso de equipamentos, orientação, ventilação natural do ambiente, dentre outras regras de segurança”.
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia