JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 06 de abril de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Uma das mais afetadas pela pandemia, venda de pescados despenca pela metade

Comerciantes apostam em melhora no quadro com delivery

26/03/2020 - 10:22:27. - Por Daniela Brito Última atualização: 26/03/2020 - 11:35:33.

Jairo Chagas

Proprietária do Mercadão do Peixe aposta na melhora das vendas com a flexibilização de acesso ao Mercado Municipal a partir de hoje

Em meio à Quaresma, queda na venda dos pescados é registrada em todo o país, inclusive em Uberaba. O setor tinha como projeção para este ano um aumento de 7% em relação ao mesmo período de 2019. No entanto, o atual cenário derruba todas as expectativas, em meio ao isolamento social.

De acordo com Windson Aparecido de Carvalho, da Minas Peixe, no bairro Fabrício, a queda é de 50% nas vendas. No entanto, ele diz que vem tentando minimizar o impacto financeiro com redução das contas e realizando entregas. “Implementamos o delivery, sem cobrança aqui nas proximidades”, diz o empresário. Além disso, ele diz que os pequenos reajustes nos produtos não foram repassados ao consumidor para incentivar as vendas.

No Mercadão do Peixe, localizado no Mercado Municipal, a queda também é de 50%, segundo a proprietária, Arlete Rosa Carrijo Ferreira. De acordo com ela, a expectativa é que a situação melhore, com a flexibilização de acesso ao Mercado Municipal. Isso porque a partir desta quinta-feira (26) o acesso de dez pessoas por vez está permitido no local. A permissionária diz ainda que os consumidores não gostam de comprar pescados por delivery. “As pessoas gostam de ver os peixes, escolher qual levar, por isso a demanda do delivery não tem muita adesão dos clientes”, diz.

A queda nas vendas, conforme projeção do supermercadista Matusalém Alves, proprietário do Zebu Carnes, pode chegar a 20%. “Não é um índice oficial pois o cenário ainda está muito indefinido”, informa.


Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia