JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 11 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Uberaba GO? História da cidade poderá ser contada por meio de jogo desenvolvido pela Codiub

Expectativa é lançar primeira temporada do game no primeiro semestre de 2020

14/02/2020 - 00:00:00. - Por Carol Rodrigues

Estimular o conhecimento de locais históricos de Uberaba por meio de jogo para celular. Esse é o objetivo de game no estilo de Pokémon GO a ser lançado pela Companhia de Desenvolvimento de Informática de Uberaba (Codiub) em celebração ao bicentenário de Uberaba.

“Por que não contarmos fatos da cidade de maneira ‘gameficada’ para que crianças, adolescentes e adultos a conheçam? Vamos caçar nossa história”, empolga-se o chefe da companhia, Denis Silva. A expectativa dele é lançar a primeira temporada do aplicativo no primeiro semestre deste ano, já que não dará tempo até 2 de março – data do aniversário de Uberaba.

“Onde está o túmulo de Major Eustáquio? Muitas pessoas não sabem. Também pode ser que não saibam onde ocorreu um massacre contra escravos na cidade ou onde foi construído o primeiro túmulo de Uberaba”, instiga o presidente. Ficou curioso? O game vai responder essas e outras várias questões.

A ideia, conforme Silva, é que o jogador ande a cidade “cumprindo desafios, como se estivesse caçando pokémons mesmo”. “Vamos lançar o desafio. O usuário pesquisará e, quando chegar no local onde ocorreu o fato histórico, aparecerá na tela do celular dele informações e imagens sobre o acontecimento”, explica. O game contará com sistema de pontuação.

O historiador e advogado Guido Bilharinho já integra a equipe de desenvolvimento do produto, informou o presidente da Codiub. O jornalista e escritor Jorge Alberto Nabut, que será empossado nesta sexta-feira (14) como diretor do Arquivo Público Municipal, também deverá entrar nessa, adianta Denis Silva.

Questionado sobre o investimento, o presidente da Codiub disse que o jogo ainda está em fase inicial de desenvolvimento e, por isso, ainda não há estimativa. 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia