JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de fevereiro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Secretaria de Educação cede e autoriza unidades regionais a auxiliarem matrículas nas escolas estaduais

Sistema de matrícula online encontrou muita resistência dos pais e responsáveis por diferentes motivos; são cerca 800 alunos em Uberaba nesta situação

23/01/2020 - 11:53:10. - Por Jefferson Genari Última atualização: 24/01/2020 - 10:52:43.

Após muita insistência e diversas reclamações dos pais de alunos da rede estadual, a Secretaria de Educação do Estado decidiu descentralizar o sistema online de matrículas. Desta forma, a Superintendência Regional de Ensino fica responsável pelas matrículas nas escolas estaduais que não forem efetivadas pelo sistema. Em Uberaba há cerca de 800 alunos nessa situação, mas ainda não há definição de como a solicitação deve ser feita à superintendência de educação na cidade. A informação foi confirmada pela coordenadora regional do Sind-UTE, Maria Helena Gabriel. A decisão da SEE-MG atende a ofício enviado pela liderança estadual do sindicato, relatando os diferentes problemas enfrentados pelos postulantes às vagas. À reportagem, Maria Helena explicou que a categoria ainda aguarda as orientações oficiais da SEE-MG sobre o procedimento. 

Leia também: Pais continuam enfrentando problemas com as matrículas para a rede estadual de ensino

A reportagem do JM Online acompanha o caso desde as primeiras reclamações de pais e responsáveis, que não conseguiam efetivar as matrículas. O sistema online de matrículas encontrou muita resistência dos pais e responsáveis por diferentes motivos. As principais queixas dão conta de que o sistema separou irmãos gêmeos para escolas diferentes, não foram atendidos com a preferência de instituição, instituições que ficam muito longe das suas residências. Além disso, muitos pais relataram não terem conseguido utilizar o sistema.

Aproximadamente 800 alunos que fizeram um direcionamento e não tiveram suas solicitações atendidas serão, novamente, direcionados dentro do sistema através das escolas, que entrarão em contato com as famílias, mas ainda sem um prazo determinado.

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) informa que o processo do sistema de pré-matrícula online conduzido pela SEE não sofreu alteração. A pasta esclarece que, nesta semana, ficou determinado que as Superintendências Regionais de Ensino (SRE) orientarão os diretores quanto à matrícula de irmãos na mesma unidade escolar.

Além disso, a SRE é responsável por orientar e acompanhar o contato dos diretores escolares com as famílias dos alunos que, após uma varredura adicional no sistema feito pela SEE, identificou a possibilidade de melhorar a alocação de estudantes dentro das opções apresentadas por ele na pré-matrícula, sempre respeitando os critérios da resolução 4231/2019. Essas vagas foram localizadas a partir do fechamento do ano letivo de 2019, simultaneamente ao processo de matrícula.

Para aqueles que não fizeram o cadastramento escolar da rede estadual ou a inscrição na pré-matrícula, poderão garantir a sua vaga na rede pública de ensino na cidade depois da divulgação das vagas remanescentes, a partir do dia 10 de fevereiro. Os interessados terão acesso ao nome das escolas da rede estadual que tiverem vagas remanescentes no site www.matricula.educacao.mg.gov.br.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia