JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 12 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Processo que tira autonomia da Receita Federal em Uberaba está suspenso

Em abril, o governo federal publicou decreto que consolidava corte de funções gratificadas e poderia tirar a autonomia de delegacia da unidade uberabense

19/11/2019 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende Última atualização: 19/11/2019 - 07:12:26.

Arquivo


Sizenando Ferreira lembra que o decreto está ativo e que a ideia é transformar a delegacia em agência

A transformação da Delegacia da Receita Federal de Uberaba em agência de atendimento está suspensa. A informação foi confirmada ontem por Sizenando Ferreira, delegado-adjunto da Receita Federal (RF), ao Jornal da Manhã. Em abril, o governo federal publicou o Decreto 9745/19, que consolidava corte de funções gratificadas e poderia tirar a autonomia de delegacia da unidade uberabense. 

Segundo Sizenando, a suspensão se deu após a nomeação do novo secretário da RF. “Houve a mudança de secretário, que assumiu recentemente e pediu para sobrestar esse processo para ele se inteirar mais, avaliar melhor os custos”, aponta. O novo secretário da RF apontado por Sizenando é José Barroso Tostes Neto, auditor fiscal aposentado, que foi nomeado por Paulo Guedes, ministro da Economia, em setembro, após exoneração de Marcos Cintra. Apesar de a proposta estar suspensa, Sizenando lembra que o decreto ainda está ativo e que a ideia é transformar a delegacia em agência de atendimento. “De acordo com as premissas da atual secretaria, a delegacia de Uberaba deverá ser transformada em agência”, conclui. 

Em maio, a Secretaria da Receita Federal anunciou que delegacias com menos de 100 trabalhadores seriam transformadas em agências. Naquela ocasião, Sizenando apontou que a RF de Uberaba vem sofrendo com a perda de funcionários ao longo dos anos. Há dez anos eram 120 colaboradores em Uberaba e muitos se aposentaram.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia