JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Presidente da CDL espera que Natal deste ano venda entre 5% e 7% a mais

As vendas no período natalino devem apresentar crescimento de 5% a 7% em relação ao mesmo período do ano passado

15/11/2019 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende Última atualização: 15/11/2019 - 08:42:47.

Arquivo

Presidente da CDL espera que Natal deste ano venda entre 5% e 7% a mais

Lojistas estão otimistas com o Natal deste ano e esperam vender até 7% a mais em comparação com 2018

As vendas no período natalino devem apresentar crescimento de 5% a 7% em relação ao mesmo período do ano passado. A estimativa é de Ângelo Crema, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), e foi feita esta semana, quando projetou o tíquete médio para o Natal e classificou o volume como um “crescimento muito bom”. 

Segundo o dirigente lojista, esta é a data mais esperada pelo consumidor e pelos lojistas. “O brasileiro mantém a tradição de comemorar, o que proporciona expressiva geração de emprego, tanto na indústria quanto no comércio e na área de prestação de serviços”, lembra Crema. Ele aponta que as festividades de fim de ano devem mobilizar quase 120 milhões de pessoas nos principais centros de compra. O valor gasto com o presente natalino, o chamado tíquete médio, está estimado em R$125 para Uberaba. O valor pode ser considerado baixo, levando-se em consideração o 13º salário e a liberação do FGTS.

Recentemente, uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) apontou que somente a aquisição de presentes natalinos irá injetar R$60 bilhões no comércio e no setor de serviços. Para se ter ideia da magnitude e importância do Natal para a economia, a cifra é próxima à soma do movimento estimado em datas como Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia dos Namorados e Dia da Criança deste ano. 

O mesmo levantamento aponta ainda que 37% dos consumidores acreditam que vão gastar mais com presentes neste ano; 72% dos compradores vão pagar presentes à vista. Para quem vai parcelar, a média será de cinco prestações, e 86% vão pesquisar preço tendo a internet como principal ferramenta de comparação.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia