JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Cavalos seguem oferecendo risco e fazendo sujeira no Jardim Maracanã

Os animais estão buscando alimentos nas lixeiras, segundo as queixas, e gerando sujeira

14/11/2019 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende Última atualização: 14/11/2019 - 07:20:34.

Arquivo


Em maio deste ano, um animal foi atropelado e precisou ser sacrificado por ter tido as patas quebradas

Moradores do Jardim Maracanã, região sul da cidade, estão reclamando de cavalos soltos nas ruas do bairro. As principais queixas são de que os animais estão sendo criados largados, oferecendo riscos no trânsito e gerando transtornos em lixos que são colocados para coleta. 

Ontem, dois moradores do bairro emitiram reclamações para o Jornal da Manhã. Em um dos relatos, um motorista, que solicitou anonimato, afirmou que existem animais de todos os tamanhos. “São cinco cavalos ao todo; tem animais grandes e tem potro. A situação já está insuportável e a gente liga na Posturas, mas eles não dão a mínima. E, para piorar, agora eles não atendem mais as minhas ligações”, aponta.

Os animais estão buscando alimentos nas lixeiras, segundo as queixas, e gerando sujeira. “Nós colocamos o lixo de manhã para ser coletado, mas pouco tempo depois os animais atacam a lixeira e fazem muita sujeira”, reclama.

Por fim, o reclamante lembrou o episódio de um animal que se chocou com um veículo no mesmo bairro. Na ocasião, o cavalo necessitou ser sacrificado devido a fratura em duas pernas. “Já teve episódio de acidente aqui com cavalo solto e agora nós estamos relatando o problema, mas ninguém resolve. Será que estão esperando outro acidente acontecer?”, indaga.

Há cerca de um mês, a reportagem do JM recebeu reclamação similar, porém, naquele dia, as reclamações apontavam um cavalo solto no bairro Estados Unidos.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Uberaba respondeu que “o Departamento de Posturas fez ronda no local, tem conhecimento da demanda e vai novamente fazer a ronda para localização dos animais. Importante esclarecer que o trabalho de recolhimento não é feito só com a presença do fiscal do Departamento de Posturas, mas também da equipe de apreensão e remoção de animal, com caminhão adequado para o recolhimento. Por isto, é fundamental que, no momento do flagrante, toda essa equipe esteja presente, o que pode não acontecer em algumas ocasiões, devido ao atendimento de outras demandas em outras localidades. Vale destacar que se o denunciante tiver conhecimento dos proprietários dos animais deve informar ao Departamento de Posturas”. 

O documento sinaliza que, para denúncias, o cidadão pode entrar em contato com o Departamento de Posturas, pelos telefones 3331-2313 ou 3331-2312, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18 horas. E, ainda, para o Cidade Ativa, pelo 0800 940 0101, de segunda a sexta, das 8h às 18 horas.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia