JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Doenças Falsiformes são tema de seminário no dia 26 em Uberaba

A doença falciforme é hereditária e se caracteriza pela alteração dos glóbulos vermelhos do sangue

21/10/2019 - 00:00:00.

Acontece no próximo dia 26 de outubro o Seminário Regional Sobre Doença Falsiforme. O evento será realizado no Auditório Esmeralda do Centro Administrativo da Universidade Federal do Triângulo Mineiro e está sendo promovido pela Associação Regional dos Falcêmicos (ARFA) de Uberaba.

A doença falciforme é hereditária e se caracteriza pela alteração dos glóbulos vermelhos do sangue. Os sintomas incluem, principalmente, crises dolorosas nos ossos e articulações, associadas geralmente ao clima, infecções, desidratação, gravidez e problemas emocionais.

A programação será aberta pela presidente da ARFA, Maria Conceição Vilela, que relata que o encontro tem por objetivo divulgar informações e conscientizar as pessoas sobre a anemia falciforme. De acordo com ela, a convivência com a doença é um desafio diário e que as pessoas precisam se informar sobre. “É uma jornada constante de alterações em nossa vida, no mesmo momento em que estamos bem, somos surpreendidos por crises dolorosas, infecções de repetição, e vários outros agravos que muitas vezes nos colocam em risco de vida. Com todas essas consequências, nem sempre nossa rotina segue como gostaríamos, nos levando a internações e a tratamentos contínuos. Temos dificuldade de conseguir nos manter em um emprego devido às intercorrências”, relatou Maria Conceição.

Na programação será proferida uma palestra pelo médico e diretor Hemocentro de Uberaba, Paulo Roberto Juliano Martins, que tratará do tema “Doença Falciforme – Conhecendo Para Cuidar”.

Na sequência, o seminário tem em sua programação relatos de pessoas que convivem com a doença falciforme.

A acadêmica de psicologia Elisangela Valério Del Ciello vai falar sobre “Atenção Psicológica às Pessoas com Doença Falciforme. Já a doutoranda em Assistência Social, Zilda Cristina dos Santos, vai apontar quais são os “Determinantes Sociais da Saúde e Doença Falciforme”.

No encerramento da programação, a professora e doutora em hematologia Sheila Soares Silva, irá falar sobre a importância do “Cuidado Integral às Pessoas Com Doença Falciforme”.

O seminário marcado para as 7h30 as inscrições podem ser realizadas neste site. Os interessados também podem fazer uma doação espontânea de dois quilos de alimento não perecíveis. 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia