JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 20 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Unidade da Jucemg em Uberaba fecha as portas

Localizada na avenida Carmelita Castro Cunha, a unidade já tem portões trancados com cadeado

23/07/2019 - 16:22:41. - Por Daniela Brito Última atualização: 23/07/2019 - 16:46:33.

Foto/Jairo Chagas

Uberaba perdeu mais uma entidade representativa. Ainda ontem, informações que circulavam em grupos de WhatsApp confirmavam o encerramento das atividades da unidade uberabense da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg), instalada na avenida Carmelita Castro Cunha, na Vila Olímpica. O portão da unidade está trancado com um cadeado e, com o fechamento, o atendimento deve ser feito através do site na internet ou diretamente na sede, em Belo Horizonte.

Ex-presidente da Associação Comercial e Industrial de Uberaba (Aciu), o contador Manoel Rodrigues Neto afirma que o fechamento gera prejuízos para Uberaba. De acordo com ele, muitos serviços podem ser feitos pela internet, porém, entrega de documentos, solicitação de informações mais detalhadas e esclarecimento de dúvidas que, antes eram realizados pelos servidores na unidade, não poderão mais ser feitos pessoalmente pelos usuários. A situação gera gastos para o cidadão e profissionais, que terão de se deslocarem para Belo Horizonte. Ele também avalia que a centralização dos serviços pode dificultar o atendimento da Jucemg.

O ex-supervisor da unidade da Jucemg/Uberaba, Marcelo Árabe, explica haviam dois servidores de carreira e, até quando exercia suas atividades no cargo, em setembro do ano passado, o trabalho estava sendo realizado normalmente. Depois, houve a dispensa dos estagiários e a redução do horário de atendimento para a população pelos servidores e agora, ele não tem informações do que acontece na unidade. Ele também lamenta a situação e revela que por várias ocasiões tentou contato com os dois servidores lotados no órgão e não obteve retorno. “É lamentável o que está acontecendo”, afirma.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Jucemg, na capital mineira, que desconhecia a informação e recomendou entrar em contato com vice-presidente, Sauro Henrique de Almeida. O Jornal da Manhã tentou comunicação com o vice-presidente e deixou recado com a secretária e, até o fechamento desta edição, não houve retorno. 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia