JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Vigilância verifica estoque de leite em pó recebido como dívida pelo Estado

15/06/2019 - 07:20:43.

Jairo Chagas



Forma como o produto estava armazenado chamou a atenção da Vigilância Sanitária, que foi à escola

Sacos de leite em pó depositados no ginásio da Escola Estadual Marechal Humberto Castelo Branco fizeram com que agentes da Vigilância Sanitária fossem ao local verificar a situação. Os profissionais visitaram a escola após o Jornal da Manhã mostrar, em reportagem publicada no site jmonline.com.br, que havia acondicionamento inadequado no local. Os alimentos foram entregues por empresa para quitar dívida com o governo estadual, em acordo anteriormente estabelecido entre as partes.

Na quinta-feira (13), moradores que viram a movimentação no local com os sacos de leite em pó inicialmente avaliaram se tratar de alimentos que estavam sendo descartados de forma irregular. Equipe do JM esteve no local e constatou que não havia descarte, e sim a estocagem, que poderia ser considerada irregular. Parte dos alimentos entregues foi colocada diretamente no chão e ficou exposta. Outra parte estava sobre palets (grades de madeiras).

Os alimentos estavam sendo transportados para outras unidades de ensino do Estado em carros particulares no momento em que a equipe de reportagem foi até a unidade de ensino. Após a fiscalização, os fiscais da Vigilância Sanitária fizeram orientações para estocagem e manutenção dos alimentos para a direção da escola estadual.

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) informou que “seguirá todas as orientações passadas pelo órgão sobre o armazenamento dos pacotes de leite em pó que ainda se encontram na unidade. Segundo a Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Uberaba, a escola está guardando, a pedido do órgão, os pacotes de leite em pó que estão sendo distribuídos para todas as escolas da região. O processo de distribuição encontra-se em fase de finalização”.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia