JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 24 de outubro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Bares e restaurantes querem mais flexibilização para o setor

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

09/09/2021 - 06:49:25. Última atualização: 09/09/2021 - 06:55:56.

SEM CONFUSÃO

Apesar do tom beligerante do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, as manifestações de apoio ao governo foram pacíficas e ordeiras por todo o Brasil neste 7 de setembro. Uberaba não fugiu à regra e levou para as avenidas centenas de pessoas vestidas de verde e amarelo, empunhando a bandeira do Brasil. Motos, carros e caminhões se misturaram na manifestação pró-Bolsonaro, sem registrar uma única ocorrência policial, nenhum confronto, nenhum episódio de desacato ou violência. Segundo cálculos do subcomandante da Guarda Municipal, Marcelo Santos, a manifestação reuniu cerca de mil pessoas, 500 motos, 50 caminhões e mil automóveis em Uberaba. 

HORA DE UNIÃO

As reações das lideranças políticas brasileiras aos discursos de Bolsonaro em Brasília e São Paulo foram praticamente unânimes em dizer que o Presidente perdeu uma grande oportunidade de se firmar como estadista, anunciando medidas para a retomada do crescimento econômico, neste emblemático 7 de Setembro. Bolsonaro poderia ter dado o grito da independência do Poder Executivo, mas com a responsabilidade que o cargo exige.  Ao contrário do esperado, Bolsonaro voltou a atacar o ministro Alexandre de Moraes, apequenando seu discurso e sua capacidade de mobilização popular. Uma pena! Bolsonaro tinha a faca e o queijo na mão e, de quebra, uma saborosa goiabada. Mas jogou fora o “Romeu e Julieta” ao discursar com o “fígado”, em vez de usar a razão. O fígado nunca foi bom conselheiro...

BRAVATAS

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, elevou o tom após o discurso de Bolsonaro e ressaltou a importância da preservação da democracia no Brasil. Voltou a insistir na necessidade de diálogo entre os poderes, para a solução dos verdadeiros problemas do país. O presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira, seguiu a mesma trilha e defendeu a "pacificação" entre os poderes. Lira criticou as  "bravatas em redes sociais", de inegáveis prejuízos à economia brasileira e  à imagem do Brasil no exterior. Lira deixou claro que o país não conseguirá superar a crise socioeconômica sem união e solidariedade. Difícil vai ser convencer Bolsonaro e o STF a se unirem pelo Brasil, diante da beligerância que se tem visto ultimamente entre as partes.

IMPEACHMENT?

Depois dos discursos de Bolsonaro no dia da Independência, um provável impeachment do Presidente voltou à baila. Todavia, é bom que se diga que a prerrogativa de dar início a um eventual processo de impeachment do Presidente da República cabe exclusivamente ao presidente da Câmara dos Deputados. Pelo menos por enquanto o deputado Arthur Lira não dá sinais de que poderá aceitar algum dos mais de 100 pedidos já protocolados na Casa. 

MUITO CEDO

Para o deputado federal Aelton Freitas, ainda é muito cedo para falar em impeachment do presidente Bolsonaro. opinião que é compartilhada pelo deputado Franco Cartafina. Para Franco, “a princípio, teria ainda muita água para rolar”.  Aelton, no entanto, admite que “os discursos do Presidente estão levando a uma polarização desnecessária. E acaba sendo prejudicial, principalmente para a  economia do país, que pelo menos no Agro está indo bem. E isso nos preocupa muito”.  Indagado sobre  eventual apoio das Forças Armadas num possível golpe de Estado, Aelton foi taxativo: “Não acredito nisso. As Forças Armadas são guardiãs do Estado. Não do Presidente da República”.

MAIS UM POUCO

Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes enviou ofício à prefeita Elisa reivindicando maior flexibilização para o setor, agora que a pandemia dá sinais de arrefecimento. No documento, o presidente Fred Masson destaca a necessidade de ampliar o horário de funcionamento do setor, hoje limitado às 23h em dias de semana e até 1h nos finais de semana. Ele pondera que as empresas continuam amargando prejuízo com essa jornada reduzida, destacando que o comércio e a indústria já voltaram ao horário normal há mais tempo. Por isso, o setor defende que o horário de funcionamento seja ampliado até 1h, de domingo a quarta-feira, e de quinta a sábado, até às 3h da madrugada.

MAIS GENTE

O Sinhores também busca a ampliação do número de clientes por mesa nos bares e restaurantes. Na última revisão do decreto 674, publicada na sexta-feira, esse número já saltou de 4 para 6 pessoas. Mas a pedida é chegar a 8 pessoas por mesa. Um dos argumentos é a dificuldade para os bares controlarem o consumo, diante da chamada “dança das cadeiras”, que leva o cliente de uma mesa para outra devido à separação imposta aos amigos que vão em grupos tomar uma cervejinha.

PESO NO BOLSO

Outro ponto para o qual o Sinhores busca flexibilização refere-se à proibição de objetos, como galheteiros, forros de mesa e porta-guardanapos nas mesas. Os empresários do setor ressaltam que já caiu por terra a crença de que esses objetos poderiam transmitir a Covid, se estivessem contaminados. Além disso, eles alegam que a obrigatoriedade de disponibilizar objetos descartáveis tem onerado as empresas, porque são mais caros do que os similares tradicionalmente usados nos barzinhos e restaurantes. A pauta do Sinhores inclui ainda o pedido de revisão para a obrigatoriedade da proteção acrílica separando os músicos dos clientes.  

E ELES???

Pensou que acabou? Que nada: o Sinhores volta a insistir na liberação dos eventos com bilheteria, uma vez que os produtores de festas e shows pagos estão parados até hoje, integrando o único setor da economia local que continua proibido de retomar as suas atividades.

OLHA A HORA

Horário normal de circulação dos ônibus será restabelecido. É o que garante a prefeita Elisa Araújo, revelando que já pediu às concessionárias do transporte coletivo urbano que organizem suas equipes para voltar a atender aos usuários no horário antigo. Com a nova flexibilização do Decreto 674, o decreto da Covid, muita gente voltou a trabalhar até mais tarde, mas encontra dificuldade na volta para casa porque os ônibus continuam parando mais cedo. 

NA BERLINDA

Vereador Luizinho Kanecão aproveitou a sessão da Câmara na segunda-feira para desabafar. Queixou-se do descaso do secretário municipal de Planejamento e Meio Ambiente, com o qual havia marcado uma reunião com duas semanas de antecedência. Chegando à Seplan no dia e horário determinados pelo secretário, ele não foi recebido. A secretária alegou que Carlos Delfino havia saído, sem hora certa para retornar ao trabalho. Xiiiii…

SOLTANDO OS CACHORROS

Já a vereadora Alessandra Piagem, do Abrigo dos Anjos, postou vídeo nas redes sociais “soltando os cachorros” esta semana. Respondendo a eleitores que supostamente a criticaram e alegaram arrependimento pelo voto dado a ela, Alessandra disse que está cansada das cobranças. Reclamou que os requerimentos por ela apresentados não têm sido atendidos, citando o pedido para compra de EPIs para o pessoal da Zoonoses, reforço da Guarda Municipal nas ações da Fiscalização contra maus tratos a animais, dentre outros. “Não estou contra a Elisa não. Sei que a política é devagar. Mas aqui não está nem andando” - arrematou.

CASA SHOPPING

A convite de Simone Cartafina e Thaís Cury fui conhecer a Casa Shopping nesta quarta-feira e fiquei de queixo caído com o que vi. A mostra de decoração ocupa mais de mil metros quadrados no Praça Uberaba Shopping, com espaços criados por profissionais de Uberaba, exclusivamente. Cada ambiente mais interessante que o outro. Ouso citar o Loft, criado por Gláucia Cadima, um dos pontos altos da mostra. Amei também a criativa  brinquedoteca idealizada por Elaine Furtado e Luiz Mário Molinar para crianças autistas. A brinquedoteca tem teto repleto de bolinhas coloridas, uma parede de cordões trabalhados  e enfeites criados por Adauto, artista plástico que usa páginas de revista para criar réplicas de animais. Ficou um charme! E o  lavabo assinado por Fabiana Miranzi? É outro espaço deslumbrante, com seu trabalho em pedras e madeira. Um luxo!  Aliás, é impossível  escolher o ambiente mais interessante, porque está tudo maravilhoso. Uma mostra à altura do talento dos nossos profissionais do design de interiores e arquitetura. A Casa Shopping abre suas portas à visitação pública neste dia 10 de setembro. Fica ali até 10 de outubro. Não perca a oportunidade de encher os olhos com tanta beleza e tantas ideias geniais para quem tem bom gosto. 

JM PRESENTE

JM Magazine está presente na Casa Shopping, no espaço Instagramável. O projeto é uma criação da arquiteta Gabriela Ferreira em parceria com a  designer de interiores Camila Botelho, e fica logo na entrada da mostra. Trata-se de uma instalação à base de fibras coloridas, convidando os visitantes para o registro das fotos no instagram, concorrendo a prêmios todas as semanas, até o final da Casa Shopping. 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia