JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Prédio da Layff Kosmetic vai a leilão em agosto

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

30/07/2021 - 22:03:52. Última atualização: 01/08/2021 - 08:31:15.

Leilão da Layff

Já tem data o leilão dos bens da Layff Kosmetic, no processo de falência da indústria de cosméticos que se arrasta há anos. Leilão será presencial, no dia  26 de agosto, às 13h30, no auditório do Cenacon, que é aquele prédio anexo ao antigo Novotel. Dentre os bens a serem leiloados estão dois conjuntos de imóveis. Um deles é composto por prédio industrial no Parque das Gameleiras, composto por 14 lotes e área construída de  4.259 metros quadrados. No entanto, esse imóvel tem hipoteca em favor de Carson Products West África, além de penhora pela Fazenda nacional e Receita Estadual, um arresto pelo Ministério Público do Trabalho e arrolamento do bem em favor da Previdência Social. Esse imóvel está avaliado em R$ 4,935 milhões.

MAIS UM

Vai a leilão também um terreno formado por 20 lotes, no Parque das Gameleiras. Sobre esses imóveis também recaem penhoras em favor da Fazenda nacional e estadual. Esse segundo conjunto está avaliado em R$ 4,795 milhões. Os dois conjuntos de imóveis totalizam R$ 9 milhões 730 mil.

MARCA EMBLEMÁTICA

A Layff Kosmetic foi uma das mais emblemáticas indústrias de Uberaba, tendo sido fundada em 1.999, para fabricar os cosméticos da marca Skala. Mas, depois se envolveu numa série de problemas que culminaram na sua derrocada.  Em 2005, o Ministério Público e as  receitas estadual e federal deflagraram uma operação ruidosa batizada de “Quadrado das Bermudas”, a partir de uma autuação do Fisco de R$ 9 milhões contra a Layff Kosmetic, que, somada a outros autos de infração, resultou num débito da ordem de R$ 20 milhões em impostos. De lá pra cá a Layff  foi desidratando até ter sua falência decretada.

DESAFIO DOS BONS

Em entrevista ao programa O Pingo do Jota desta sexta-feira, o coordenador das Promotorias de Meio Ambiente, Carlos Valera, revelou que tem feito reuniões com a prefeita Elisa e o vice, Moacyr Lopes, com o objetivo de estabelecer procedimentos claros para análise dos projetos de loteamentos no município, de modo a evitar os transtornos observados desde a mudança de governo. Um desses problemas já tem sido comentado nesta coluna há vários dias, e envolve a construção da adutora para levar água a um loteamento distante do centro da cidade. A Codau não concordou em assumir esse ônus, embora tivesse sido contratada na gestão passada. resultado: foi preciso a intermediação do Ministério Público para as partes chegarem a um denominador comum. A partir desse embate, ficou definido que os custos com infraestrutura (incluindo água e esgoto) serão suportados exclusivamente pelas loteadoras.

REVISÃO GERAL

Valera revelou, ainda, que todos os loteamentos que tiveram diretrizes estabelecidas nos últimos meses e ainda não foram implementados estão passando por revisão. Mais de duas dezenas de loteadores já firam Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) para regularização dos loteamentos e outros cinco ainda estão em fase de tratativas. As irregularidades, segundo o Promotor, são variadas. Um “cardápio completo”.

QUALIFICAÇÃO

Na avaliação do Promotor Carlos Valera, a digitalização dos processos na Prefeitura é fundamental para que o município possa ter maior controle sobre os projetos na área de urbanismo e meio ambiente. Mas ele destaca, ainda, que a qualificação profissional é outro ponto importantíssimo. E isso vem desde a qualificação de quem elabora os projetos, assim como de quem os executa e, também, daqueles encarregados da fiscalização. 

PREÇO ALTO

“As pessoas precisam entender que o barato sai caro. Projetos errados precisam ser corrigidos o quanto antes. Se têm inconsistências técnicas, o Poder Público deve dar conhecimento desses fatos ao responsável técnico e ao dono da obra” - frisou, argumentando que o Brasil tem leis e normas técnicas que precisam ser observadas, mas nem sempre o são. Por quê? “Por ganância” - arremata o Promotor.

DESAFORO

Alvo de ação popular movida pelo vereador China, a Ubercom não se faz de rogada e está oficiando os locatários para informar reajuste de no preço dos aluguéis, retroativo a 1º de julho, sob o argumento de necessidade de “manter o equilíbrio econômico financeiro do contrato”. Na cartinha, a concessionária do Terminal Rodoviário ressalta que, pelo contrato, poderia reajustar o preço em 38,93%, que corresponde ao IGP-M. Mas optou por aplicar apenas 5,25%, do INPC. Alerta, porém, que a partir de 2022 voltará a adotar o IGPM para realinhar os aluguéis. Pois é… nada como ser concessionária sem obrigação de dar contrapartida ao concedente ou à comunidade. É um negócio da China!  

INDIGNAÇÃO

Presidente da Câmara Municipal, o vereador Ismar Marão não escondeu sua indignação com a ousadia da Ubercom em reajustar os aluguéis em plena crise e, ainda por cima, enfrentando uma ação popular por supostas irregularidades no contrato de concessão.

É O CARA!

Presidente da Siamig, Mário Campos foi eleito presidente do Fórum Nacional Sucroenergético - FNS - nesta quinta-feira. Pelos próximos dois anos, ele e o vice Renato Cunha irão comandar o FNS, a entidade nacional do setor, com sede em Brasília, que contempla representações estaduais de 15 estados produtores de cana, açúcar, etanol e bioeletricidade do Brasil. Mário Campos substituirá André Rocha, presidente do Sifaeg de Goiás, que realizou por quatro gestões grande trabalho com diversas conquistas para o setor, como o aumento da mistura de etanol anidro na gasolina para 27% e a aprovação da Política Nacional de Biocombustíveis, o RenovaBio.

POTENCIAL DO AGRO

Para Mário Campos, “o setor tem grandes potenciais, mas muitos desafios. Ressalto a discussão da Reforma Tributária com a defesa do diferencial tributário entre etanol e gasolina e também a discussão referente a mobilidade sustentável do futuro com a afirmação dos biocombustíveis como alternativa eficiente e ambiental para o país e para boa parte do mundo. Continuaremos na defesa do setor e procuraremos incluí-lo ainda mais na agenda ESG, sempre dialogando com o setor público e com a sociedade mostrando a importância para o Brasil em ter um setor agrícola e agroindustrial eficiente e produtor de riquezas como o setor sucroenergético.” A posse da nova diretoria ocorrerá durante a abertura do 14º Congresso Nacional da Bionergia.

SEM JAULAS

Biólogo da Secretaria municipal de Meio Ambiente, Paulo César Franco revela que a prefeita Elisa já deu sinal verde para a transformação do Bosque Jacarandá num parque municipal, sem animais enjaulados, mas com espaço e estrutura de lazer completas para receber as pessoas, especialmente famílias, que gostam de contato com a natureza. Projeto já está sendo desenvolvido.

ADEUS

Uberaba perdeu nesta sexta-feira, aos 90 anos, o conhecido “Seo” Armando Silveira, proprietário do Táxi 141. Foi um pioneiro na prestação de serviço de radiotáxi em Uberaba, e uma referência de honestidade, competência e dinamismo. Seu coração generoso não resistiu a dois enfartes seguidos.Aos filhos Robson e Regina e demais familiares, a nosso abraço carinhoso e nosso reconhecimento ao “Seo” Armando, que foi um dos mais fiéis leitores e anunciantes do JM em todos os tempos.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia