JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Uberaba atinge a marca de 70% da população vacinada com a primeira dose

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

16/07/2021 - 18:20:52. Última atualização: 18/07/2021 - 09:16:45.

VACINAÇÃO AVANÇA

Sexta-feira abençoada: Uberaba atingiu a marca de 70% da população acima de 18 anos de idade vacinada com a primeira dose ou dose única. E deve avançar mais ainda neste final de semana, com a programação da aplicação de vacinas para o público de 40 anos neste sábado e de 39 anos no domingo. A partir de segunda-feira serão vacinados os uberabenses com 38 anos ou mais e daí em diante deve abaixar para 37, 36, etc. Vale lembrar que na segunda-feira a Superintendência Regional de Saúde vai entregar mais 6.232 doses de AstraZeneca para Uberaba.

PATERNIDADE RESPONSÁVEL

Entrevista de Glauber Fachinelli ao programa O Pingo do Jota desta sexta-feira acabou botando lenha na fogueira da disputa pela paternidade da Zona de Processamento de Exportações de Uberaba. Tudo começou com a mudança das regras para a viabilização das ZPEs no Brasil, oficializada esta semana pelo governo federal. Glauber participou das tratativas sobre o assunto, no governo Paulo Piau, e explicou que a partir de janeiro de 2022 as empresas estarão dispensadas da obrigatoriedade de exportação de 80% da sua produção. Até aí a entrevista corria normalmente...

A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR...

No entanto, a certa altura da entrevista, Glauber disse que é preciso fazer justiça ao trabalho pretérito. “Ao contrário do que a gente vem ouvindo aí, parece que tudo aconteceu nos últimos seis meses. Mas a ZPE é um produto que foi conquistado para Uberaba pelo governo Anderson Adauto. Durante o governo Paulo Piau, sob a minha condução e do secretário Zé Renato, houve um intenso trabalho para sustentar esse projeto em Uberaba, inclusive na parte legal, assim como no relacionamento com o governo federal, com o proprietário da área e prováveis investidores. Levamos a ZPE para o mundo. Deixamos a bola na marca do pênalti, sem goleiro. E alertamos o governo municipal sobre os riscos que a ZPE corria caso não fosse observado o prazo de 31 de julho para cumprir o que a legislação exige, que é a execução de pelo menos 10% das obras físicas. Estamos com uma licitação em curso ainda e todos sabem que processo licitatório é complicado, pode haver impugnação, recursos. Por isso, a menos que o governo consiga uma nova prorrogação de prazo, o que, nessa lei que foi sancionada esta semana, não aconteceu, corremos o risco de perder a ZPE.”

CONTRAPONTO

Na audiência do programa O Pingo do Jota, o vice-prefeito Moacyr Lopes não se conteve e pediu direito de resposta. “Posso garantir que tudo foi feito nos últimos seis meses em relação à ZPE. Não tinha projeto, não tinha averbação em cartório, não tinha nada em relação a obras. Tudo foi feito neste governo. E provo isso para ele (Glauber) e para quem quiser.  O Glauber esteve na Prefeitura e devia ter feito alguma coisa e não fez. Saiu de lá com o rabo no meio das pernas de vergonha por não ter feito nada. Se quiser nos atacar, vai ter de provar o que está falando. Não foi feito projeto de drenagem, de loteamento, de arruamento. Como vai fazer licitação sem projeto? Nós tivemos de destravar isso tudo. Nós fizemos em 6 meses o que eles não fizeram em 8 anos” - disparou o vice-prefeito Moacyr Lopes.

PARA DEPOIS 

Ainda de acordo com o vice-prefeito, a obra física da ZPE que está sendo licitada agora só deverá começar na segunda quinzena de agosto. Ele está confiante que o prazo do dia 31/7 será prorrogado, de acordo com as tratativas recentes com o Ministério da Economia. No entanto, a Prefeitura já está cuidando da limpeza da área e, na sequência, será executado o arruamento interno. Enquanto isso, a licitação está “correndo” para a contratação de empresa que fará o pórtico, o acesso externo à ZPE e demais serviços para completar os 10% exigidos pela lei.

EM PARALELO

Além da ZPE, o governo municipal está destravando a implantação do Distrito Industrial 4 e do mini-distrito Alfredo Freire. Mas tem um porém: todos os lotes desse novo DI estão comprometidos e outros 50% do Alfredo Freire idem. Segundo o vice-prefeito,  o secretário Rui Ramos está prospectando áreas às margens da BR 050 para implantação de um novo distrito industrial, de modo a contemplar empresas que queiram se instalar em Uberaba. O problema é que a área entre Delta e o Cinquentão tem um dos alqueires mais caros do planeta...

CONDOMÍNIO EMPRESARIAL

A propósito, está na prancheta de consórcio de construtoras um projeto para viabilização de condomínio empresarial próximo à fábrica da Cervejaria Petrópolis. Será uma espécie de loteamento industrial de alto padrão, como já existe em Campinas, por exemplo.

SOSSEGA, PESSOAL!

Mas, voltando à entrevista do vice-prefeito à Rádio JM, ele avalia que qualquer discussão sobre aeroporto internacional de cargas e passageiros é prematura neste momento. Moacyr lembra que está em curso um processo de concessão de aeroportos no país, e o lote que inclui o de Uberaba é muito vantajoso, uma vez que conta também com o  aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro,  e o de Uberlândia. Por isso, ele não vê motivo para falar em aeroporto internacional agora. Para ele, o Cinquentão tem mais vocação para o transbordo rodoferroviário de cargas, aproveitando a estrutura da VLi. Essa vocação deve ser incentivada e fortalecida, segundo ele. 

FESTA DE ARROMBA

Fundação Cultural de Uberaba já está trabalhando na agenda festiva deste segundo semestre, com ênfase para a retomada das atividades do Circo do Povo e o reveillon popular. Presidente Cássio Facure defende a ideia de manter a estrutura do Circo por mais tempo num local, de modo a proporcionar mais oficinas à população do entorno. Nada de ficar mudando de local a cada seis meses ou um ano, até porque o desgaste da montagem e desmontagem da estrutura e muito grande. Já o reveillon ainda não tem local definido, mas tudo caminha para ser viabilizado no Mirante da Univerde. 

NÃO, OBRIGADO!

Organizadores da festa do governador Ibaneis Rocha tentaram contratar o presidente da Fundação Cultural para apresentação aos convidados da festa de 50 anos. Cássio Facure, que faz dupla com Leon, recusou a proposta. “Preciso dar o bom exemplo” - explicou.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia