JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 12 de abril de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Elisa manda abrir novo drive e avisa que não há previsão de data para vacinar 67 anos

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

07/04/2021 - 21:27:48. Última atualização: 07/04/2021 - 21:32:06.

Prefeita Elisa viu in loco a confusão que houve na Funel, na manhã desta quarta-feira, por conta da vacinação contra a Covid. Com apenas um drive funcionando para aplicação de 1ª dose em pessoas com 68 anos e 2ª dose em idosos e profissionais de saúde, o tumulto começou cedo. E foi preciso a interferência da prefeita para abrir um segundo ponto de vacinação a partir do meio dia, para desafogar a Funel. Segundo cálculos do vereador Luizinho Kanecão, havia mais de 500 pessoas à espera da vacina na Funel, quando chegaram as equipes para a iniciar a vacinação. A fila de carros estava imensa, assim como de pedestres com seus acompanhantes, muitos dos quais totalmente desnecessários. A confusão chegou a tal ponto, que muita gente demonstrava medo de acontecer algo pior, porque muita gente estava exaltada na fila. Elisa conseguiu acalmar os idosos, ouvindo pacientemente as reclamações. E ouviu também as queixas dos vereadores, que lá estiveram. Foi um tumulto danado.

Mais tarde, em suas redes sociais, a prefeita Elisa anunciou a abertura do drive da ABCZ a partir do meio-dia, o que de fato ocorreu. Mas já deixou claro que ainda não há previsão para vacinar as pessoas com 67 anos e menos, para não criar expectativa na população. 

 

ORGANIZAÇÃO JÁ!

Antes de qualquer outra providência, a Secretaria municipal de Saúde precisa se organizar. Da forma como a vacinação está sendo feita chega a ser desumano com as pessoas. Primeiro, a informação sobre o público a ser imunizado está sendo divulgada em cima da hora. Segundo, os pontos de vacinação são insuficientes para a demanda. Terceiro, não há divisão do público por segmento. Tem mais: a Guarda Municipal só chega ao local da vacinação depois das 8h, quando grande parte dos idosos já está na fila há muito tempo e a aglomeração está instalada. Esse esquema não é adequado e ainda coloca em risco a saúde e até a integridade física das pessoas. É pura sorte não ter nenhum registro de ocorrência policial até agora, seja de assalto, seja de agressão física.

INFORMAÇÃO É TUDO

Os diversos departamentos e secretarias do governo municipal precisam urgentemente acertar o passo para fazer uma divulgação eficiente de suas ações. De nada adianta crucificarem a Secretaria de Comunicação por divulgar em cima da hora as informações sobre a vacinação. É preciso que a Secretaria de Saúde estabeleça um cronograma mínimo com certa antecedência, dando ciência dos fatos ao pessoal da Comunicação para fazer chegar a informação à população da forma correta e com a devida agilidade. Aliás, a prefeita Elisa admite que a comunicação não está sendo eficiente. Mas não é só comunicação da Prefeitura com a população. É também a comunicação interna na própria Prefeitura que precisa melhorar, urgentemente. 

POR QUE SÓ UM?

Ninguém ignora que a população da faixa dos 60 aos 69 anos é infinitamente maior do que a do público acima de 70 anos. Por isso, a equipe de vacinação já deveria ter treinado com os mais idosos para adquirir expertise na hora de vacinar o público mais numeroso. Mas não é isso o que se vê desde a semana passada. Em vez de aumentarem os postos de vacinação, tiveram a infeliz ideia de concentrar três públicos num único drive nesta quarta-feira. Pense bem: essa ideia podia dar certo? Claro que não. Óbvio que não. E não deu mesmo. 

PARA PENSAR

Sugestões não faltam para criar um mínimo de organização nessa vacinação contra a Covid, antes que comece também a vacinação contra a Influenza, criando ainda mais transtornos. Uma delas é falar abertamente quantas doses serão disponibilizadas para o público a ser vacinado. Outra é estabelecer horários de vacinação, de acordo com a primeira letra do nome da pessoa. Sim: apelar para a ordem alfabética, começando com a letra A até letra L no período da manhã, e terminando com as letras de M a Z no período da tarde. Vai complicar? Garanto que bem menos do que está atualmente, com todo mundo se aglomerando ao mesmo tempo na disputa pela vacina. Terceira sugestão: enquanto não surgem novos drives, que se estabeleça um drive para cada público, ou seja: profissionais de saúde num drive, idosos de 1ª dose em outro, idosos de 2ª dose num terceiro drive. Ou pedestres num ponto de vacinação e pessoal motorizado num drive. Tudo junto e misturado já está provado que não dá certo.

QUE DEMORA!

Se os pedestres idosos padeceram em longas filas na Funel, quem foi de carro demorou mais de uma hora para receber a vacina. Embora tenham sido distribuídas senhas, as filas fluíram com grande morosidade, porque as equipes esperavam o carro se aproximar das estações de vacina para preencher o cadastro com as informações. Talvez seja aconselhável colocar pessoas na fila para fazer o cadastro e conferir os documentos enquanto as pessoas esperam sua vez, agilizando, assim, os drives. Drive do McDonalds é um bom exemplo de eficiência e serve de inspiração.  

VACINAÇÃO EM NÚMEROS

Vacinômetro divulgado nesta quarta-feira revela imunização de 36.708 uberabenses com a primeira dose e 12.072 com a segunda dose, totalizando 48.780 doses aplicadas até agora. 

LIÇÕES DO VIZINHO

A vacinação na vizinha Uberlândia avançou nesta quarta-feira para a faixa etária de 66 anos e início da aplicação da segunda dose na população vacinada no dia 16 de março. Desde o início da semana a Prefeitura de lá divulgou que a estimativa era imunizar 4.000 idosos com a primeira aplicação e 1,5 mil com a segunda. Tem mais: Uberlândia abriu o ginásio Sabiazinho para ponto de vacinação, instalando 22 estações de atendimento. Lá também são 3 pontos de vacinação, sendo apenas um por drive. Mas a vacinação segue o esquema de agendamento eletrônico e as pessoas são avisadas por mensagem de SMS que informa data, horário e local onde serão vacinadas. Não tem tumulto, nem aglomeração de pessoas. Pois é. Bem que Uberaba poderia importar esse programa, em vez de esperar eternamente pelo desenvolvimento de um específico pela Codiub…

 

ALELUIA!!

Vice-prefeito Moacyr Lopes comemorou emocionado o sucesso do tratamento da primeira paciente a usar o capacete Elmo no tratamento contra a Covid em Uberaba. Nesta quarta-feira, os médicos decidiram pela retirada do equipamento, face à evolução satisfatória do quadro da paciente, que dentro de dois dias deverá ter alta. A foto acima foi autorizada pela paciente! Isso é que é notícia boa para todos nós comemorarmos!

NOVA COR

Municípios do Triângulo Sul, incluindo Uberaba, estão saindo da onda roxa para a onda vermelha. E hoje o boletim Covid registrou 5 óbitos e 225 casos novos confirmados. Taxa de ocupação de leitos de UTI continua alta, sendo que 93 dos 103 leitos estão ocupados. Já dos 205  leitos de enfermaria, 157 têm pacientes.

 

EM OBRAS

Já começaram as obras na UPA São Benedito para o aproveitamento da área do subsolo para atendimento a pacientes Covid. Construção de uma rampa para passagem de macas e acesso ao nível inferior, abertura de uma portaria exclusiva para pacientes com suspeita de Covid e a mudança de localização da farmácia já estão em andamento. 

ORDEM SUPERIOR

A vacinação de 247 servidores da Superintendência Regional de Saúde de Belo Horizonte contra a Covid-19 foi realizada em cumprimento de decisão superior da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e seguiu os critérios do grau de exposição e de continuidade dos serviços essenciais. A informação é da superintendente regional de BH, Débora Marques Tavares, ouvida na condição de testemunha, nesta quarta-feira, pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Fura-Filas da Vacinação da Assembleia Legislativa de Minas. A comissão investiga a imunização de servidores da secretaria, inclusive do ex-secretário Carlos Eduardo Amaral, antes de grupos prioritários.

COFRE ABERTO

Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) vai disponibilizar R$ 300 milhões aos municípios mineiros, para financiar investimentos em infraestrutura e melhorias urbanas. Serão quatro linhas de crédito, disponíveis a todas as prefeituras do Estado: “Cidades Sustentáveis”, voltada à energia limpa e à modernização de prédios públicos; “Urbaniza”, para a infraestrutura urbana; “Saneamento”, destinada a serviços de água, esgoto e resíduos sólidos; e “Máquinas”, para a aquisição de máquinas, equipamentos e veículos. 

QUANTA SUJEIRA!

Acredite, se quiser: o Mutirão de Limpeza já recolheu 70.620 kg desde o dia 5 de novembro do ano passado. Somente neste ano, foram recolhidos 45.940 kg de tranqueira, desde sofá quebrado (o campeão do descarte irregular) até fogões e aparelhos de TV  estragados, passando por sujeira de toda espécie. Na próxima semana, o Mutirão estará no Residencial Nova Era.

 

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia