JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 10 de abril de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Vacinas para idosos de 84 anos foram usadas para público de 65 a 69 anos, denuncia Jammal

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

30/03/2021 - 21:40:56. Última atualização: 31/03/2021 - 06:15:15.

FORAM QUANTOS?

Não foram mil doses de Astra Zeneca. Mas apenas 171 vacinas usadas para imunização dos idosos de 65 a 69 anos na segunda-feira. Este o número oficial divulgado pela Prefeitura nesta terça-feira, depois da contagem dos contemplados nas listas dos três drives de vacinação. Pouco importa se foram pouco mais de 100, ou quase mil. O que importa é que essas vacinas foram usadas de forma irregular, por ordem de enfermeira, segundo informação oficial da Prefeitura divulgada na noite de segunda-feira.

BASTA!

Esta iniciativa de vacinar um público que não estava previsto para aquele dia teria sido a gota d´água para o pedido de exoneração da secretária adjunta de Saúde, médica Fabiana Prado. Ela vinha coordenando o trabalho de vacinação em Uberaba e não teria sido sequer consultada pela subalterna antes da decisão de convocar idosos de 65 a 69 por whatsapp. Essa convocação correu as redes sociais, chegando até grupos de amigos de futebol, moradores de condomínio, vizinhos e muitos mais. Quem conseguiu chegar nos drives até 15h recebeu a vacina. A partir daí a vacinação foi suspensa.

DATA MARCADA

A terça-feira foi de bafafá na Central de Vacinas do Município. Vereador Professor Wander e sua equipe estiveram lá, filmando o local, e pedindo explicações à enfermeira Valéria sobre o que teria acontecido com as vacinas aplicadas em pessoas na faixa dos 65 a 69 anos. A confusão foi tomando proporções. Outros vereadores chegaram, como Marcos Jammal, Cabo Diego Fabiano, Luizinho Kanecão, Caio Godoy e Túlio Micheli,  assim como a Polícia Militar e o vice-prefeito Moacir Lopes, acompanhado do vereador Pastor Eloísio. Foi tudo transmitido pelas redes sociais de um ex-vereador. O caldo só não entornou graças à intervenção de Moacir, que botou panos quentes e franqueou o acesso de todos os vereadores ao local, abrindo geladeira onde são armazenadas as vacinas e armários, assim como respondendo aos questionamentos.

CADÊ OS FRASCOS?

Segundo o vereador Marcos Jammal, foram localizados mais de 100 frascos identificados pela Fiocruz, com data de vencimento em 29 de março de 2021. Esses frascos estavam vazios e  acondicionados num saco plástico. Todos identificados numa fatura onde constava que faziam parte do 4º lote enviado para o Município, para vacinar idosos de 80 a 84 anos. Nesta fatura consta valor superior a R$ 104 mil, para todo lote de 353 frascos das vacinas da Fiocruz. Se de fato havia 100 frascos vazios no lixo da Central de Vacinas, esse prejuízo seria em torno de 30 mil reais, caso as doses não fossem aplicadas. Isso, fora o escândalo que seria a divulgação do desperdício das vacinas, caso não fossem usadas. Não sei o que seria pior: se usar as doses em grupo diferente daquele para o qual as vacinas se destinaram, ou convocar pessoas de outra faixa etária às pressas da forma como feito, ou jogar os frascos no lixo...

FALHA DE QUEM?

Em nota à imprensa, o ex-prefeito Paulo Piau pediu “desculpas a todos os uberabenses que têm idade acima de 67 anos e que ainda não foram vacinados contra o Covid-19”. Explicou o seguinte: “A minha presente atitude se faz necessária em função do ocorrido na data de ontem,29/3/21,quando diversas mensagens nas redes sociais alertavam que estava aberta a vacinação para pessoas acima de 65 anos. Assim, me desloquei até o Parque Fernando Costa para confirmar a veracidade das mensagens.Antes, porém, avisei para a Dra.Lídia Prata, do Grupo JM, que estaria indo vacinar, pois a mesma há uma semana atrás havia feito tal solicitação a mim .Ao chegar no recinto da vacinação perguntei ao primeiro atendente se estava mesmo liberada a vacinação para pessoas acima de 65 anos e a resposta foi positiva. Chamei uma servidora da Secretaria de Saúde e a mesma também confirmou.Estando na fila de carros, encontrei o Superintendente Maurício Ferreira, a quem fiz a mesma pergunta. Na triagem final, apresentei comprovante de residência, documentação pessoal e recebi o cartão de vacinação.Posteriormente, tive a informação de que várias pessoas com menos de 70 anos também foram vacinadas.Nossas atitudes foram tomadas à luz do dia, com total transparência.Se alguém tem de explicar tal episódio chama-se Prefeitura Municipal de Uberaba.”

RECONHECIMENTO

A propósito, em entrevista ao JM News 2ª edição desta terça-feira, o ex-prefeito Paulo Piau frisou que  a primeira providência que a Prefeitura teria de tomar diante dessa confusão sobre as vacinas seria admitir o erro e pedir desculpas à população. Ele avaliou, porém, que não viu má fé por parte dos servidores da saúde encarregados da vacinação, mas um desejo de evitar a perda das doses que estavam por vencer. 

LISTA DOS VACINADOS

Vereador Celso Neto, ouvido pelo JM News 2 desta terça-feira, revelou que a Prefeitura não cumpriu o prazo para a apresentação da lista dos vacinados contra Covid em Uberaba, vencido nesta fatídica segunda-feira. Mas, segundo ele, a prefeita Elisa elencou as dificuldades técnicas para o não cumprimento do prazo, assim como se comprometeu em entregar a tal lista até sábado da “aleluia”. 

GENTE QUE FAZ

Sociedade Civil Organizada, que congrega cerca de 30 entidades de classe e empresas da cidade, promoveu a entrega de 41 capacetes respiração assistida  Elmo doados ao Município. O secretário de Saúde, Sétimo Bóscolo Neto, representou a prefeita Elisa, que está em home office se recuperando da Covid. Mas Elisa participou do evento, de forma virtual, para agradecer a parceria da comunidade também na doação dos capacetes Elmo. Na foto acima, o coordenador da SCO, Antônio José Bessa Ferreira, e o presidente da ACIU, Anderson Cadima, fazem a entrega dos capacetes ao diretor do Hospital Regional, Frederico Ramos.

MÃOS DADAS

Além do Cigra, diversas empresas e entidades de classe doaram esses capacetes de respiração assistida, como a Alta Genetics, uma das empresas que atuaram ativamente na aquisição dos capacetes. Na coordenação desse trabalho de sensibilização das empresas e entidades estiveram o CEO da Alta, Heverardo de Carvalho, e os presidentes da Fiemg Regional, José Arlênio Veneziano, e da Aciu, Anderson Cadima. Seis capacetes foram destinados às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs),  30 para o Hospital Regional José de Alencar e 5 para o Hospital de Clínicas da UFTM. Vale destacar que esses capacetes evitam a intubação do paciente e as complicações decorrentes desse procedimento. 

CONSCIÊNCIA COLETIVA

Além dos capacetes Elmo, o Município recebeu a doação de mais medicamentos e vitaminas por parte da Sociedade Civil Organizada e da CCM Indústria e Comércio de Produtos Descartáveis. Para o delegado regional da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (Adesg), Antônio José Bessa Ferreira, trata-se de uma convergência de esforços da comunidade que produz e gera empregos, preocupada com toda essa condição em salvar vidas. “Este é o resultado da nossa campanha. Nós estamos, juntos, buscando salvar vidas”, concluiu Bessa.

DE OLHO

Levantamentos feitos pela matemática Michelli Maldonado, coordenadora do Observatório Covid a UFTM, mostram que o quadro da pandemia em Uberaba ainda está longe de um desfecho feliz.  Embora ainda não tenha acabado, o mês de março já pode ser considerado o pior de todos, desde o início da pandemia. O número de casos ativos bate a marca dos 2.300, o que é um recorde na cidade. Além disso, a taxa de letalidade saltou de 2,69% para  4%  em março. Isso significa que para cada 100 pessoas infectadas, 4 irão a óbito. Não é só: o índice “R”, que representa a taxa de transmissibilidade, subiu novamente para 1,23, ou seja, cada 100 pessoas contaminadas transmitem para outras 123. Na segunda semana da onda roxa, a taxa de transmissibilidade chegou a cair, mas voltou a subir na 3ª semana. 

EM ALTA

De modo geral, do total de casos confirmados de Covid, 16% foram hospitalizados, sendo que 25% desses vieram a óbito. Os números de março ainda não estão fechados, porque o mês só acaba nesta quarta-feira. Porém, em fevereiro, os homens responderam por 53% dos óbitos. A faixa etária predominante foi de menores de 59 anos, embora a média de idade tenha ficado em 69 anos. Segundo Michelli Maldonado, 84% dessas vítimas relataram pelo menos uma comorbidade, sendo a hipertensão a mais recorrente. Fique atento!

ADEUS!

Dentre os milhões de brasileiros que perderam a vida para a Covid está o querido Padre Selmo Mazeto. Ontem ele se juntou ao Criador, depois de enfrentar com muita dignidade sua longa batalha contra esse vírus implacável. Padre Selmo vai deixar muita saudade em todos aqueles, como eu, que admiravam sua serenidade e gostavam de ouvir suas homilias nas celebrações na Capela do Hospital São Domingos.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia