JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 10 de abril de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Fiscalização acaba com festa de 400 pessoas promovida por estudantes de Medicina

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

21/02/2021 - 18:56:01. Última atualização: 21/02/2021 - 19:00:33.

Fiscalização de Posturas acabou com festa no fim de semana que reuniu cerca de 400 pessoas em chácara do Residencial 2000. Acredite, se quiser: a festa foi organizada por estudantes de Medicina, justo quem deveria dar o bom exemplo de preocupação em preservar a vida alheia. Que vergonha! Que decepção!

 

“TÔ” NEM AÍ!

Ao ser abordado, um dos organizadores da festa bateu boca com os fiscais. “Cheio de moral”, o rapaz argumentou que já teria sido vacinado e não via “perigo” algum em fazer e estar na festa. Deu um trabalhão à Patrulha mista, pois queria fechar o portão da chácara “na marra”, de modo a impedir o acesso dos fiscais, bem como a saída dos seus “convidados”. Resultado: foram lavradas 4 autuações, sendo uma para o promotor do evento, outra para o proprietário da chácara, a terceira para o DJ por perturbação do sossego e a última para o estudante de Medicina que não usava máscara por já ter sido “vacinado”. Aliás, dava para contar nos dedos quem usava máscara na tal festa! 

PERDAS

No sábado, a morte de dois uberabenses foi muito lamentada no setor rural. Os pecuaristas Wagner Mendes e Fernando Castro Cunha perderam a guerra contra a Covid, partindo prematuramente do nosso convívio. Da tradicional família Mendes, herdeiro legítimo do icônico Lamartine Mendes, Wagner tinha atuação destacada em Uberaba. Já Fernando Castro Cunha há muitos anos estava radicado em Campo Grande, mas suas raízes eram uberabenses. Filho de Duarte Castro Cunha e Dioné, Fernando era casado com Maria Lúcia Teixeira, também uberabense, e estava internado em São Paulo há vários dias. 

ALELUIA!

Pela primeira vez nos últimos 10 dias, o número de casos novos de Covid confirmados em 24 horas teve uma queda significativamente. No sábado, o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Uberaba revelava apenas 64 casos novos de Covid, contra mais de 100 registrados nos dias anteriores. Vale destacar que continuamos com taxa de ocupação de leitos de UTI ainda alta. No total são 76 pacientes internados em UTI, dos quais 49 no Hospital Regional e 27 nos hospitais particulares que são referência para tratamento da Covid.

Já o boletim deste domingo mostra 82 novos casos de Covid e mais dois óbitos. Leitos de UTI na rede privada está com 91% de taxa de ocupação. Pois é. E estudantes de Medicina fazendo festa, apesar desses números...

MAIS QUATRO

Por falar na famigerada pandemia, a Prefeitura de Uberaba está contratando mais 4  coveiros, em função do aumento do serviço decorrente da pandemia. A que ponto chegamos.

TINTIM POR TINTIM

Prefeito Odelmo Leão usou as redes sociais para explicar as razões do endurecimento das regras de enfrentamento à pandemia na vizinha Uberlândia. De forma bastante didática, mostrou os gráficos que revelam o crescimento assustador dos casos de Covid nas últimas semanas. Hoje Uberlândia tem fila de pacientes à espera de leitos de UTI, um verdadeiro caos. 

Odelmo aproveitou para chamar os abusados à razão, lembrando que a negligência de alguns em relação às medidas de segurança coloca em risco a vida de pais, mães, avós, e outras pessoas queridas. 

SOCORRO IMEDIATO

O Governo de Minas anunciou neste domingo que serão transferidos mais oito pacientes de Coromandel para Belo Horizonte. Eles  serão encaminhados para leitos de enfermaria do Hospital Júlia Kubistchek.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado neste domingo, até agora Minas tem 840.315 casos confirmados, dos quais 56.796 estão em acompanhamento e 765.805 foram recuperados. Minas totaliza também 17.714 óbitos.

EU VOU!

Governador Romeu Zema quer vir a Uberaba. Falta definir apenas a data, em razão de sua agenda de compromissos. 

TEMPOS BICUDOS

Por falar em Zema, o governador ouviu uma choradeira danada dos prefeitos mineiros, na reunião de quinta-feira, em BH. Municípios minúsculos, que têm apenas a Prefeitura como empregadora e zero empresas, enfrentam situação dramática com a pandemia. Com os cofres públicos em pandarecos, o socorro do Estado é a única solução.

GOSTEI NÃO

A certa altura da conversa, o governador Romeu Zema anunciou a liberação de R$ 3 milhões para Uberaba. De repente, a chefe de gabinete Miria Resende cochichou no ouvido da prefeita Elisa: “gostei não. É muito pouco”. Mas o governador, que estava próximo, ouviu o comentário e caiu na risada. “Essas duas são duras na queda”, comentou.

OLHA O DECRETO!

Circulou nas redes sociais no fim de semana vídeo mostrando a fábrica de botinas da família da prefeita Elisa Araújo em pleno funcionamento no sábado, com críticas por suposto descumprimento do Decreto 222. Ocorre que o autor da crítica está mal informado. O Decreto não impõe restrições à atividade industrial, que pode operar normalmente em dias e horários que quiser, obedecendo às regras sanitárias. Bastaria ler o artigo 19, parágrafo 12, do decreto para evitar a denúncia furada.

COMO ASSIM?

Vice-prefeito Moacyr Lopes deve se reunir esta semana com a direção do Hospital de Clínicas da UFTM para iniciar as tratativas da renovação de contrato com o Município, que vence em março. Um dos itens na pauta será, certamente, a denúncia de que macas estão abandonadas no hospital. “O HC não cumpre o contrato” - avalia o vice-prefeito. Segundo ele, “as macas no HC têm dono; os quartos idem. E nenhum dirigente do HC teve peito para resolver isso até hoje!” Moacyr suspeita também que esteja havendo pressão para a enfermagem reter macas.  

EXONERAÇÕES

Chamaram a atenção as exonerações de comissionados da Secretaria de Agricultura, no Porta Voz de sexta-feira. Sebastião Lourenço Martins deixa a chefia do Departamento de Construção e Conservação de Vias Rurais, que passa a ser ocupado por Álvaro Ricardo Azevedo Andrade. Já Mário Lúcio Silveira foi exonerado da chefia de seção de Terraplanagem e Pavimentação Rural. Para o seu lugar ainda não foi nomeado substituto.

VAI CABER?

Aos poucos, os vereadores vão reforçando seus respectivos times de assessores, depois da primeira chamada. Porta Voz de sexta-feira trouxe a nomeação de mais 15 pessoas  para atuar em gabinetes diversos. Os vereadores  Caio Godoy, Paulo César Soares China, Varciel Cabeleireiro, Cabo Diego Fabiano, Samuel Pereira e Rochelle Bazaga terão mais um assessor, cada. Já os vereadores Celso Neto, Denise Max e Marcos Jammal indicaram mais 2 assessores cada, enquanto o gabinete do vereador Anderson Dois Irmãos receberá mais 3 assessores.

Do jeito que as coisas vão, será difícil caber tanta gente nos minúsculos gabinetes dos vereadores…

DE VOLTA

Sessões legislativas serão retomadas nesta segunda-feira, com pauta lotada. Dentre outros temas, os vereadores terão de deliberar sobre a mudança do horário das sessões para o período noturno, o que, cá pra nós, será um tiro no pé. Em são consciência, quem acredita que a população deixará de assistir à novela ou ao futebol para acompanhar as discussões dos vereadores em plenário, à noite? Só pode defender essa proposta quem de fato não quer que a população saiba o que está sendo discutido e votado na Câmara.

RETOMADA IMEDIATA

A Prefeitura está retomando as áreas doadas a terceiros, que não tiraram do papel dentro do prazo os respectivos empreendimentos. Só nesta semana foram publicados decretos de reversão de 8 áreas.

NA FILA

Há pelo menos 75 empresas na fila à espera de terreno em distrito industrial para iniciar atividades em Uberaba. Nesse número não estão incluídos os pedidos de área para ampliação de fábricas. Foi o que revelou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ruy Ramos, em entrevista à Rádio JM neste sábado.

E O MERCADÃO?

Ainda na entrevista, o secretário Rui Ramos informou que está mantendo contato com sucessores do empresário chinês que tinha planos de construir um complexo empresarial ancorado por um mercadão no imóvel da antiga Cia Têxtil, no Distrito Industrial I. Com a morte do chinês, havia (como ainda há) o temor de que o projeto seja abortado. 

OUTRO RUMO

Extraoficialmente o que se sabe é que a família do chinês não tem interesse em levar adiante o empreendimento no terreno da Têxtil. Mas o projeto pode sair do papel com a adesão de outros investidores. As tratativas ainda estão embrionárias, o que significa que podem demorar para se concretizar.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia