JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 04 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Presidente da Codau fala que sistema de abastecimento está "muito atrasado"

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

21/01/2021 - 21:15:54. Última atualização: 21/01/2021 - 22:04:53.

Atacar o desperdício de água: essa é a principal meta da Codau, sob a presidência do servidor de carreira José Waldir. Nesta quinta-feira, ele participou do programa O Pingo do Jota, pela Rádio JM, e revelou que metade da água tratada pela companhia se perde no caminho e não chega às torneiras das casas. Para alcançar esse objetivo, o presidente pretende automatizar todo o sistema, para identificar rapidamente eventuais vazamentos e otimizar reparos. ”Estamos muito atrasados no sistema de abastecimento de água em Uberaba” - avalia o presidente. Nem cadastro da rede a Codau tem...

MEIA BOCA

Desde 2012, quando ainda era prefeito Anderson Adauto, que a Codau fala em automação. No governo Piau, em 2016, um novo anúncio de automação da Codau foi amplamente divulgado. Mas, segundo o presidente José Waldir, a automatização realmente necessária e completa não foi executada. “De fato esta verba veio para um projeto de automação completo. Entretanto, a gestão anterior optou por reduzir o escopo do objeto do contrato, redirecionando metade dos recursos para a construção dos Centros de Reservação (CR) 12 e 13, além da ampliação do CR-4 e CR-5. A outra metade da verba foi aplicada em automação do sistema de distribuição, como a gestão anterior a classificou. Neste ‘modelo’, os equipamentos apontam a métrica de volume e vazão de cada Centro de Reservação. A proposta desta nova gestão (2021-2024) é automatizar de fato o sistema de abastecimento de água, seguindo o que realmente é uma automatização - um sistema automático de controle pelo qual os mecanismos verificam seu próprio funcionamento, efetuam medições e realizam as correções imediatas e automáticas. Este projeto de automação deverá atender desde a captação de água in natura no rio, a adução, o tratamento, a distribuição para os centros de reservação e entrega da água nos imóveis” - explica o presidente. 

BARRAGEM PRAINHA

Acredite, se quiser: segundo José Waldir, as obras da Barragem Prainha foram entregues paralisadas para a nova gestão, com a seguinte justificativa: necessidade de realinhamento de preços do contrato por conta do elevado custo de materiais, como ferro e cimento. Situação gerada por efeito adverso da pandemia do Coronavírus. No entanto, ele conta que, segundo a versão da empreiteira responsável pela obra é que a paralisação se deu em virtude de erros no projeto. Como assim??? Se havia erros no projeto, por que a empreiteira não discutiu o assunto, antes de iniciar as obras? De acordo com o presidente, 10% dos serviços estão prontos. Salvo melhor juízo e se de fato ficar provada a alegação de erros no projeto, a empreiteira foi no mínimo imprudente ao iniciar a execução de uma obra cujo projeto tem defeitos insanáveis. 

REAVALIAÇÃO

A situação da obra da Barragem da Prainha será avaliada em conjunto com a Caixa e o Ministério do Desenvolvimento Regional, que detêm as prerrogativas sobre este contrato firmado com recursos federais. É o que revela o presidente José Waldir, que deve ir a Brasília provavelmente na próxima semana para tratar desse assunto.

COLETA SELETIVA

Só para matar esse assunto: José Waldir garante que a partir deste ano Uberaba deverá ter coleta seletiva de lixo, o que há tempos já deveria estar acontecendo. Mas o formato a ser implantado ainda está em estudos.

NO FIM

Termina domingo o prazo para manifestação de pais na consulta online que a Secretaria municipal de Educação está fazendo para definir os rumos do ensino este ano. Com início do ano letivo confirmado para o dia 4 de fevereiro, o modelo a ser adotado será decidido a partir desta consulta e posterior posicionamento do Comitê Técnico de Enfrentamento ao Coronavírus. 

PODE VOLTAR

A propósito, se depender do parecer do médico infectologista Vitor Maluf, que integra o Comitê do Covid em Uberaba,  as escolas poderão retomar as aulas presenciais ainda neste primeiro semestre. Ele defende que o controle da transmissão é mais fácil de ser feito nas escolas, com orientação técnica e adoção de medidas de segurança. Maluf cita, por exemplo, a possibilidade de divisão das turmas e rodízio entre os alunos, o que evitará superlotação das salas de aula. Com isso, metade dos alunos assistiria aula pela manhã e outra metade à tarde, por exemplo. Ou em dias alternados. Porém, ele ressalta que tudo isso dependerá da elaboração de protocolos bastante criteriosos.

UMA OU OUTRA

Aqueles que ainda têm dúvidas sobre a vacina contra a Covid, o infectologista Vitor Maluf alerta que tanto a CoronaVac quanto a da AstraZeneca dependem de duas doses para fazer efeito. Mas não podem ser doses de vacinas diferentes. Quem tomar uma dose da CoronaVac terá de tomar a segunda dose da CoronaVac. Além disso, uma vez vacinado com a CoronaVac não há que se falar em tomar vacina de outra marca no segundo semestre.  Maluf ressalta que a vacina produzida pelo Butantã vai conseguir imunizar 58% dos vacinados. O restante, se tiver covid, não terá a forma grave da doença, que é a mais perigosa e que vem superlotando os hospitais pelo Brasil afora.  No entanto, ele acredita que essa vacina terá de ser repetida anualmente, como acontece com a vacina contra H1N1. 

QUASE 900 UBERABENSES VACINADOS

Números oficiais mostram que 872 pessoas já foram vacinadas em Uberaba, das quais 436 foram imunizadas nesta quinta-feira. A Unidade Regional de Saúde (URS) São Cristóvão - Dr. Lineu José Miziara, que se tornou o Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19, foi a primeira unidade de saúde de Uberaba a imunizar 12 pessoas da equipe, profissionais que estão na linha de frente do enfrentamento à Covid-19. Além da equipe do C-Covid, também foram vacinadas 266 pessoas do Mário Palmério Hospital Universitário e 158 do Hospital São Domingos.  Já para esta sexta-feira, a previsão é aplicar a 1ª dose em cerca de 900 pessoas, das quais 370 são do Hospital de Clínicas da UFTM e 132 do Hospital da Criança. Outras 400 doses serão distribuídas entre as equipes das Unidades de Pronto Atendimento – UPA – São Benedito e Mirante.

COMO SERÁ?

A vacinação dos idosos internos em asilos está marcada para segunda-feira. Equipe da Secretaria de Saúde está fazendo um levantamento criterioso, dentro dos 500 idosos asilados nas 35 Instituições de Longa Permanência de Uberaba, para analisar como será a imunização, uma vez que a quantidade de doses não será suficiente para imunizar todos eles. 

EM ALTA

Levantamento feito pela Guarda Municipal revela que em todo o ano de 2020 foram atendidas 51 ocorrências envolvendo acidentes de trânsito, sem vítimas, e outras 45 com vítimas. Em todo o ano de 2019 foram apenas 24 acidentes sem vítimas e 17 com vítimas. E olha que no ano passado havia bem menos carros nas ruas, por conta da pandemia. 

 


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia