JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Justiça mineira entrega 4 mil armas para destruição pelo Exército

Todo o material fazia parte do acervo dos fóruns em Minas Gerais e não era mais necessário para a condução dos processos judiciais dos quais fazia parte

Última atualização: 24/01/2018 - 15:29:15.

A presidente do Supremo Tribunal Federal e do CNJ, ministra Cármem Lúcia, participou em Belo Horizonte, da cerimônia de destruição de 4.120 armas de fogo, entre elas revólveres, pistolas e simulacros, como armas caseiras ou de plástico.
 

Todo o material fazia parte do acervo dos fóruns em Minas Gerais e não era mais necessário para a condução dos processos judiciais dos quais fazia parte.
 

Todas as armas foram enfileiradas no piso do pátio central do 12º Batalhão de Infantaria e os 4.120 revólveres, pistolas e simulacros foram desmanchados por um rolo compactador e os destroços encaminhados para um alto forno industrial.
 

Em dezembro de 2017, a Justiça mineira publicou a Resolução 863/2017, que estabelece o fim do recebimento, pelo Judiciário, de armas e munições apreendidas e vinculadas a processos judiciais.

Fonte: Agência do Rádio

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia