JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 24 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Continua depois da publicidade



China não deve perder mandato por trocar PSL pelo Solidariedade

TRE julgou improcedente ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária ajuizada contra o vereador Paulo César Soares, o China

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

Última atualização: 20/02/2014 - 11:13:46.

Jairo Chagas

Em sua defesa, China citou que a escolha por um partido recém-criado configura justa causa para desfiliação

 

Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) julgou improcedente ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária ajuizada contra o vereador Paulo César Soares, o China, pelo comando estadual do Partido Social Liberal (PSL).

Em outubro do ano passado ele deixou a agremiação para se filiar ao Partido Solidariedade (SDD). Para o PSL-MG, os motivos da desfiliação não configuravam “justa causa” e, por isso, culminariam na perda do mandato. Na defesa, o parlamentar citou que a escolha por um partido recém-criado configura justa causa e não recai na perda de mandato.
 
Parecer do Ministério Público Eleitoral, assinado pelo procurador regional Eduardo Morato Fonseca, da Procuradoria Regional Eleitoral, pediu pelo não acolhimento do pedido – o que ocorreu. A ação, que teve como relatora a juíza Alice de Souza Birchal, foi julgada ontem pela Corte Eleitoral. 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia