JM Online

Jornal da Manhã 50 anos

Uberaba, 19 de agosto de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Continua depois da publicidade



Em Araxá, 43 trabalhadores foram resgatados de condições análogas à escravidão

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

04/08/2022 - 19:04:17. Última atualização: 04/08/2022 - 19:09:09.

Foto/Reprodução/TV Anhanguera 

A "Operação "Resgate II" encontrou 43 trabalhadores em condições trabalho análogas a escravidão em Araxá. A operação teve início no dia 4 de julho em todo o país. De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência de Minas Gerais (MPT), foi constatado que o grupo estava exposto a riscos físicos e de acidentes de trabalho, sem ações para prevenir problemas de saúde. Ainda, não eram obedecidos os pagamentos contratuais.

Entre os resgatados, 29 pessoas estavam em trabalhos relacionados à colheita de café e criação de bovinos para corte. Outras 14 pessoas foram resgatadas de uma clínica de reabilitação de dependentes químicos e trabalho doméstico. Todos os 43 foram resgatados no período de 10 a 20 de julho.

O MPT informou que além de Araxá, ações ocorreram em Divinópolis, contudo não resultaram em resgates. Mais detalhes sobre a situação dos trabalhadores, as circunstâncias encontradas nos locais de resgates e as medidas cabíveis, ainda não estão serão divulgados pelo MPT.

Outras sete cidades mineiras receberam equipes de fiscalização que estiveram focadas principalmente em propriedades rurais: Nova Era, Poços de Caldas, Araxá, Boa Esperança, Conselheiro Lafaiete, Divinópolis e Uberlândia.

*Com informações do jornal Estado de Minas


 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar