JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 02 de julho de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Continua depois da publicidade



Ibre-FGV aponta crescimento de PIB em 0,3% em abril

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

21/06/2022 - 19:39:57. Última atualização: 21/06/2022 - 20:13:03.

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) divulgou hoje (21) os dados referentes ao Produto Interno Bruto (PIB), que apontam o crescimento de 0,3% na atividade econômica em abril em relação ao mês anterior. Estima-se que o valor acumulado foi de R$2,98 trilhões.

Em relação ao crescimento da agropecuária e da indústria, a coordenadora da pesquisa, Juliana Trece, explicou que o setor de serviços não contribuiu para o PIB como antes e a justificativa se deve à queda do volume de negócios no comércio e transporte e ao aumento do consumo das famílias. As incertezas causadas pelo desempenho econômico e político em ano eleitoral e a elevação das taxas de juros ocasionaram na retração dos produtos duráveis.

Segundo o monitoramento referente ao trimestre móvel o consumo de serviços 7,5%, de bens não duráveis 2,1% e os de bens semiduráveis 13,3% foram responsáveis pelo aumento de 4,8% do consumo das famílias. O único componente em queda foi o dos bens duráveis.

Desde o início de 2022 o registro da ampliação da capacidade produtiva futura da economia por meios dos investimentos, a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), marcou apenas resultados negativo com retração de 5,2% no trimestre móvel terminado em abril em comparação ao mesmo período do ano anterior. o resultado sofreu influência da queda no componente de máquinas e equipamentos (10,7%).

O decréscimo da exportação de bens intermediários, de bens de consumo e de produtos agropecuários influenciou o menor crescimento nas exportações de bens de acordo com dados divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Em relação à exportação de bens e serviços houve um crescimento de 1,5% no trimestre móvel concluído em abril deste ano.

O desempenho negativo na importação de bens intermediários (14,5%) induziu a queda da importação de bens e serviços, apresentando retração de 8,2% no trimestre móvel em abril em comparação ao mesmo período do ano passado.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), órgão que faz parte do Ministério da Economia, responsável pelo cálculo oficial do PIB, prevê que a próxima divulgação parcial do Sistema de Contas Nacionais Trimestrais, que compreenderá o período de abril a junho deste ano, será em 1º de setembro.
 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar