JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 04 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Reservatórios de usinas hidrelétricas da região estão com volumes críticos de água

Operador Nacional do Sistema Elétrico fala sobre transportar energia eólica produzida no nordeste para suprir demanda do sudeste

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

11/08/2021 - 00:00:00. - Por Joanna Prata

Conforme o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em 2021 atravessamos a pior crise hídrica dos últimos 91 anos. As hidrelétricas no Brasil correspondem a 90% da energia elétrica produzida no país, o Subsistema Sudeste/Centro-oeste faz parte do Sistema Interligado Nacional (SIN), e é responsável por 70% dessa produção. Fazem parte do sistema as bacias do Rio Grande, Rio Paraíba do Sul, Rio Paraná, Rio Paranaíba, Rio Paranapanema, Rio São Francisco, Rio Tietê e o Rio São Francisco. A bacia do Rio Grande, que tem quatro reservatórios, sendo o Marimbondo e o Água Vermelha na região do Triângulo Mineiro, é o maior gerador de energia do subsistema, responsável por 25,29%.

O Triângulo Mineiro possui seis usinas hidrelétricas, e os volumes dos reservatórios de água que abastecem as usinas estão em níveis críticos. Vamos começar com o reservatório de Emborcação em Araguari: está atualmente com 13,73% do seu volume útil; a Usina de Nova Ponte, que fica   70 km de Uberaba, opera com 13.05% de sua capacidade; o reservatório da Usina de Água Vermelha que fica próximo a Iturama, está com 16,31% da sua capacidade; entre a cidade de Fronteira/MG e Icém/SP, fica o reservatório de Marimbondo, que está com 16,31% do volume; o reservatório de São Simão, que fica na divisa com o estado de Goiás, está com 22,51% do volume do reservatório; já o de Itumbiara, também na divisa com Goiás, está 12,51% do volume de água . Os dados são do Operador Nacional do Sistema Elétrico referentes ao dia 9 de agosto.

Sobre a possibilidade de haver racionamento de energia esse ano, o ONS vem adotando ações para otimizar os recursos existentes. Em nota enviada ao Jornal da Manhã, o órgão informou que a geração de energia vem atendendo integralmente à demanda de toda a sociedade e todos os esforços técnicos e operacionais que estão sendo adotados são necessários para garantir o fornecimento de energia para a população. O ONS também esclareceu que com o SIN é possível transportar a energia em uma região para todo Brasil.

A região nordeste do país tem batido recordes na produção de energia eólica. O  Ministério de Minas e Energia destacou o índice registrado em 22 de julho, quando, pela primeira vez, a força dos ventos gerou energia capaz de abastecer 102% da região Nordeste durante 24 horas. Dessa forma o sistema eólico do nordeste consegue suprir  a demanda de energia do Sudeste, informou o ONS.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia