JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de fevereiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Como a saída de Faustão impacta a Globo?

Já existem rumores de que apresentador pode assinar com a Band para 2022

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

22/02/2021 - 18:34:28.

Foto/Reprodução TV Globo

 

Maior salário da televisão brasileira, Faustão  está em seu último ano como contratado da Globo. A partir de janeiro de 2022, a emissora ficará com um buraco na grade aos domingos pela primeira vez em 32 anos. Líder de audiência, sucesso de merchandising e ícone das telinhas, o apresentador deve ter casa nova no ano que vem.

As especulações avançam, ainda que nada esteja de fato confirmado. É difícil imaginar que Faustão ou qualquer outra emissora façam tal anúncio de maneira tão antecipada. Mas as movimentações estão acontecendo. Encontros, conversas e negociações não param. Segundo o jornalista Léo Dias, que acompanha de perto a vida dos famosos, Faustão mantém há pelo menos um ano conversas com a Band.

Johnny Saad, presidente da Band, mantém uma relação de amizade com Fausto Silva. Em julho de 2020, os empresários se encontraram para negociar a saída do Faustão da Globo para a Band, mas nada foi selado em definitivo. Vale lembrar que a Rede Globo não foi a primeira casa do apresentador. Antes de explodir com o Domingão, ele despontou nacionalmente na Band, na qual apresentou o Perdidos na Noite.

Enquanto não define seu futuro, especialistas tentam entender como a Globo vai se organizar para suprir a ausência do apresentador. Segundo Pedro Curi, coordenador de Cinema e Audiovisual na ESPM e doutor em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense, vai ser difícil encontrar alguém que possa substituí-lo à altura.

"O Faustão é um tipo de apresentador que a gente quase não vê mais na televisão, que faz um tipo de programa que é um dos formatos mais antigos, inspirado no rádio, e abre espaço para um público muito grande. É um programa para toda a família, no domingo à tarde. Vem muito de uma origem da televisão para toda a família. De fato, isso acabou chamando muitos anunciantes", disse ao site Notícias da TV.

O domingo ainda é o dia dos programas de auditório na TV. O SBT tem Silvio Santos, Eliana e Celso Portiolli; a Record, Rodrigo Faro; e Fausto Silva é quem mantém essa tradição na Globo. O comandante do Domingão sempre construiu uma boa relação com anunciantes, o que ajudou a transformar o seu programa em um sucesso não só de audiência, mas também comercial.

Atualmente, o Domingão do Faustão ocupa a faixa das 18h às 20h de domingo --perdeu uma hora no ano passado, após o fechamento dos estúdios pela pandemia, e não recuperou mais esse tempo. Em 2022, o horário pode ser ocupado até mesmo por quadros tradicionais da atração de Fausto Silva, como a Dança dos Famosos, mas em formato de temporadas.

Outra especulação envolve o apresentador Luciano Huck, que comanda o seu Caldeirão aos sábados. Huck, que tem pretensões políticas, pode abandonar uma eventual candidatura às eleições de 2022 se lhe for dado o horário nobre do domingo. Mas isso ainda está em negociação.

"Uma solução seria dar mais autonomia para esses quadros, com patrocínio [pacote comercial próprio] e apostar em diferentes apresentadores, que trazem uma diversidade maior. O Faustão é um tremendo apresentador e como poucas pessoas consegue segurar um programa desse, mas em vez de ter um programa para toda a família com um apresentador para toda a família, que represente o 'chefe da família', você terá diferentes possibilidades, famílias e pessoas do Brasil representadas nos nichos", sugere Curi.

Outro problema para a Globo é encontrar alguém que consiga encontrar tantos patrocinadores. O apresentador do Domingão sempre "se pagou" e nunca representou um problema financeiro para a líder de audiência. Estima-se que ele receba R$ 5 milhões por mês, uma cifra que representa uma era em que as TVs faziam altos investimentos para manter seus talentos ou tirar artistas de outras emissoras.

Na década de 1990, por exemplo, Silvio Santos pagou uma multa de R$ 43 milhões para tirar Ratinho da Record. Vinte anos depois, a emissora do bispo Edir Macedo ofereceu R$ 3,5 milhões para fazer Gugu Liberato (1959-2019).  Mas o dinheiro acabou e a fonte está cada vez mais seca. O que fará a Globo?

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia