JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 04 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Não seja inconveniente: Saiba o que não se deve dizer para pessoas grávidas

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

27/01/2021 - 00:00:00.

Quem está aguardando um bebê, além de ter que lidar com os hormônios à flor da pele, ainda tem que escutar alguns comentários inconvenientes de terceiros. Frases desmedidas, não apenas soam desnecessárias, como também podem causar sofrimento, irradiando sentimentos como culpa, ansiedade, irritabilidade e angústia.

A psicóloga Andrea Cristina do Nascimento, especializada em atendimento a gestantes e puérperas, explica que comentar sobre o corpo de uma grávida pode aumentar ainda mais o estresse.

Falar sobre o tamanho da barriga e tecer comentários sobre a gestação, revelam também um olhar gordofóbico sobre aqueles que fogem dos padrões socialmente idealizados, vinham dos lugares mais inesperados. 

Histórias de partos complicados deixam mães apreensivas

Além do aumento da sensação de culpa e da baixa na autoestima, um dos efeitos mais perceptíveis e comuns de todo esse falatório dirigido às pessoas gestantes é o medo do parto. O mito de que o parto vai ser sempre muito doloroso é repetido há séculos, sendo algo que até mesmo vai minar o empoderamento da mulher, desestimulando que tenha autonomia nesse momento. Não é raro que a família ou os amigos do trabalho tenham uma opinião muito impositiva sobre o tipo de parto a ser feito.

Questionamentos sobre o nome

As pessoas em geral costumam emitir questionamentos sobre a escolha do nome do filho e até pressão para que façam homenagem ao avô ou ao pai. 

Nessa fase, autoentendimento costuma ser difícil por si só

O atravessamento do período gravídico é, por si, um momento conflitivo para muitas mulheres. Existe certa dualidade pois ao mesmo tempo que é uma nova experiência e um bom momento, tem que se lidar com o mal-estar, as oscilações de humor são rotineiras. 

Dica

Todas as comuns frases dirigidas às mulheres grávidas poderiam ser substituídas por: “Se você precisar de ajuda, eu estou aqui”.

*Com informações O Tempo 


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia