JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 18 de maio de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

André Azevedo lança livro sobre história cultural de Uberaba

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

16/12/2020 - 00:00:00.

Imagens/Reprodução

O ex-aluno e ex-professor da Universidade de Uberaba (Uniube), André Azevedo da Fonseca, acaba de lançar um novo livro: A Metrópole Imaginária. A pesquisa conta a história de um complexo circuito de autoconsagração que as famílias tradicionais de Uberaba confabularam, em meados do século XX, para criar a ilusão de que viviam em um centro urbano aristocrático e cosmopolita, prestes a irradiar cultura, elegância e civilização para todo o Brasil.

Para forjar aquele circuito, em um articulada troca de honrarias, distintivos e homenagens recíprocas, esses atores sociais, conscientes de que deveriam dominar uma série de recursos dramatúrgicos - tais como palcos, cenários, figurinos, poses e discursos -, teceram uma infindável trama de narrativas autocelebratórias e transformaram o noticiário da imprensa local em uma verdadeira ficção consentida.

Contudo, ao lado da aparentemente inofensiva linguagem adocicada das colunas sociais, a obsessão por toda aquela teatralização vai se revelando como uma prática política deliberada para firmar valores, obter consentimentos, distribuir e confirmar papéis sociais, circunscrever os símbolos de prestígio, consagrar figuras públicas, estigmatizar os grupos indesejáveis e, por fim, legitimar as violências físicas e simbólicas perpetradas naquela cidade empobrecida e desigual.

A partir da perspectiva da História Cultural, o livro questiona o ufanismo das versões oficiais sobre a fundação da cidade, explica a dinâmica dos autoelogios circulares manipulados naquelas redes de influência e desmistifica as narrativas que supervalorizam a importância de figuras que atualmente nomeiam praças, ruas e avenidas centrais. A obra oferece uma chave de interpretação para compreender o prestígio monumental dos grupos de poder que, sob o discurso da polidez, da caridade e da elegância, se autorizavam a perpetrar grandes arbitrariedades.

O autor

André Azevedo da Fonseca foi aluno, professor e coordenador do curso de Comunicação na Universidade de Uberaba (Uniube). Atualmente, é professor e pesquisador no Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA) da Universidade Estadual de Londrina. Doutor em História (Unesp), com pós-doutorado no Programa Avançado de Cultura Contemporânea (UFRJ). Foi professor visitante na Universidade Complutense de Madrid, com bolsa da Capes. É autor de Cotidianos Culturais e Outras Histórias (Ed. Uniube, 2004) e A Construção do Mito Mário Palmério (Ed. Unesp, 2012).

Leia um trecho.

Serviço

A Metrópole Imaginária - Editora UFPR

Autor: André Azevedo da Fonseca

Valor: R$ 40,00 - Páginas: 228 - Peso: 324 gramas

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia