JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 27 de janeiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Após derrota de Trump, Governador Valadares ganha outdoor provocativo: "Tchau, querido!"

Peça é resposta de um democrata para o antigo outdoor que ostentava apoio à Donald Trump

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

24/11/2020 - 20:06:46. Última atualização: 24/11/2020 - 20:11:00.

Foto/Tim Filho/Especial para o EM

A cidade mineira de Governador Valadares segue engajada na política dos Estados Unidos. Após viralizar na internet com um outdoor apoiando Donald Trump, o município recebeu agora um provocativo outdoor ilustrado com o ex-presidente e um “Tchau, querido!”.  A peça fica na rua Sete de Setembro e foi instalada em uma placa que fica ao lado da outra, que, há pouco mais de um mês, destacava uma foto de Donald Trump, confiante, acenando aos valadarenses. O cenário mudou, Trump perdeu as eleições para o democrata Joe Biden, e em Governador Valadares ele aparece de saída, perto da bandeira americana, salpicada de estrelas.

O outdoor é uma resposta dos imigrantes mineiros que estão nos EUA. Rogério Brasil, de 60 anos, é um valadarense que mora nos Estados Unidos há 22 anos e partiu dele a ideia de instalar o outdoor do adeus. Em entrevista ao Estado de Minas, ele explicou que a vitória de Biden foi uma chama de esperança.  “Acabou o pesadelo para o imigrante que vive por aqui, trabalha duro, paga seus impostos, gera riqueza para o país e vinha sendo perseguido pela administração Trump”.

Leia também: Mesmo com vitória de Biden, imigração ilegal de mineiros para os EUA não deve ficar mais fácil

“A festa foi discreta, porque a grande maioria não tem documentos e não pode se expor. A eleição de Biden é uma esperança para todos e irá resgatar a longa espera por uma reforma migratória. A obrigação de nós brasileiros, documentados, é lutar para que todos tenham essa oportunidade. O outdoor com o ‘Tchau, querido!’ foi uma maneira de dizermos que estamos nesta luta”, contou. 

O outdoor do “Tchau, querido!’ também chegou aos olhos de quem mandou instalar o antigo. Edson Delana se posicionou e disse que se fosse ao contrário não teria mandado fazer uma peça com Biden. “O meu outdoor mostrava quem é Donald Trump. Eu jamais faria algo pra menosprezar alguém. Se o Trump ganhasse, eu não faria um outdoor menosprezando o outro candidato, que não vale nada pra mim. Mas se eles fizeram, deixa fazer”.


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia