JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 12 de agosto de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Nasa estabelece regras para impedir que humanos contaminem a Lua e Marte

13/07/2020 - 07:29:20.

A agência espacial norte-americana anunciou novas regras para a exploração espacial na Lua e também em Marte. A Nasa dispôs políticas de prevenção a efeitos de contaminação no espaço. Duas novas NIDs – Direções Interinas da Nasa, em tradução a Nasa Interim Directives – com definições sobre viagens humanas e robóticas para a Lua e viagens humanas a Marte, cujo objetivo é a exploração sustentável dos astros.

“Estamos possibilitando nosso importante objetivo de exploração sustentável da Lua e, ao mesmo tempo, protegendo a ciência futura em regiões não exploradas. Esses locais têm imenso valor científico em moldar nossa compreensão da história do nosso planeta, Lua e sistema solar”, disse Thomas Zurbuchen, administrador da Nasa.

As duas novas normas abrandam restrições para a exploração espacial em contrapartida à histórica rigidez nas regras sobre os níveis de contaminação biológica permitidos no envio de sondas e pessoas a outros planetas. Com vistas ao envio de humanos para outros mundos, principalmente para a Lua e Marte (a primeira a partir de 2024 e a segunda na década de 2030), vista como alta prioridade para a agência de viagens, é natural que a Nasa esteja repensando as duras restrições.

Continua depois da publicidade

Uma delas é a NID 8715.128, que estabelece medidas de controle de possíveis contágios em projetos próprios ou não, cujas atividades envolvem pouso, exploração ou órbita ao redor da Lua, com o objetivo de evitar que um organismo da Terra seja levado ao corpo celeste.

Já a NID 8715.129 abrange a possível contaminação originária de Marte para a Terra por meio de amostras trazidas do planeta à Terra para estudos. “Proteger a Terra de possíveis contaminações é a maior prioridade de proteção planetária na exploração de Marte”, diz o comunicado da agência.

*Com informações do jornal O Tempo

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia