JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 06 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Uniube disponibiliza conteúdos gratuitos sobre planejamento financeiro

29/05/2020 - 00:00:00. Última atualização: 29/05/2020 - 09:48:51.

Independência financeira é o que todo mundo almeja, mas ter controle sobre as finanças pessoais não é uma tarefa fácil. Diante disso, a Universidade de Uberaba (Uniube) disponibiliza, gratuitamente, um Guia de Finanças sobre planejamento orçamentário familiar. São cinco aulas gratuitas e ainda um material complementar, que inclui um e-book, com todo conteúdo tratado nas aulas, e uma tabela em excel, para o controle dos gastos mensais. O cadastro para acesso aos conteúdos deve ser feito pelo link.

A importância do tema é tratada no lançamento do Guia de Finanças em um bate-papo entre o Pró-Reitor de Ensino Superior da Uniube, Marco Antônio Nogueira, e os professores Lucas Borges Kappel e Daniela Sabino, intitulado ‘Nunca foi tão necessário falar sobre finanças’. “Eu costumo dizer que a parte mais sensível do corpo é o bolso. Então a proposta da Universidade é mais que bem-vinda. A forma como uma pessoa trata/gerencia a ENTRADA e a SAÍDA de recursos financeiros é essencial em qualquer tempo, mas neste em que vivemos, em que a entrada de recursos financeiros pode ser limitada (desemprego e redução de salário), a importância se torna fundamental, daí a necessidade do aprimoramento no ‘trato’ com os recursos financeiros", enaltece o Pró-Reitor de Ensino Superior e economista, Marco Antônio Nogueira.

Durante o encontro, a professora Daniela, psicóloga e coach, aborda sobre os desejos do ser humano e os consumos por eles provocados. “Para a maior parte das pessoas, o consumo não é pelo que lhes é necessário, mas pelo que elas precisam ter. E o desejo é temporário. A psicologia econômica surgiu, justamente, para entender o motivo das anomalias relacionadas ao comportamento das pessoas perante o consumo, é a relação do comportamento, de sentimentos e de pensamentos de indivíduos com os fenômenos econômicos”, esclarece Sabino.

Para ilustrar os efeitos do consumo exagerado, a psicóloga cita situações corriqueiras do dia a dia. “Quem nunca foi ao shopping para passear e voltou com as mãos cheias de sacolas? Quem não foi ao supermercado fazer compras e não excedeu uma lista? Então, a gente chama isso de uma compra impulsiva, não planejada. Geralmente, essa compra impulsiva é feita na ilusão de que algo será atendido, uma frustração, uma vontade de estar mais alegre naquele dia. Essa velocidade queima uma etapa, que é a da análise”, complementa.

As aulas do Guia de Finanças são ministradas pelo professor de finanças Lucas Kappel. O docente é mestre em Administração e possui MBA Executivo Internacional. “O planejamento financeiro é algo imprescindível para momentos de crise econômica, pela qual o Brasil e o mundo estão passando. Nesse sentido, o Guia de Finanças Uniube vem colaborar muito para que as pessoas consigam ter o mínimo deste controle, de acompanhamento das suas despesas, o mínimo de gestão com eventuais recursos que sobrem”, pontua.

A disponibilização dos conteúdos será dividida em cinco aulas, que vão tratar os temas: como se organizar financeiramente, como preencher a tabela de controle orçamentário, como buscar financiamentos, como investir em renda fixa e como investir em renda variável. “Demonstrar, por meio de ações, o compromisso na formação de pessoas para termos, cada vez mais, uma sociedade justa, isso é o escopo da missão da Uniube. Sociedade justa é aquela em que a Educação, em todos os sentidos, está disseminada, em que a informação de qualidade chega às pessoas e, por meio dessa, pessoas conscientes sejam formadas”, continua o Pró-Reitor.

“A intenção do Guia de Finanças Uniube é ajudar as pessoas a conseguir se organizar financeiramente e, assim, passar por este período turbulento de uma maneira mais adequada”, conclui Kappel.

Leia também: Está endividado? Confira dicas para se reorganizar financeiramente e prevenir futuras dívidas

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia