JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 16 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

WWF rebate críticas e afirma que desmatamento está na origem dos incêndios pelo país

Ao todo, o Brasil registrou 66,9 mil pontos, segundo a medição do Programa Queimadas do INPE

23/08/2019 - 00:00:00. - Por WWF

Foto: Shutterstock

Segundo a O World Wide Fund for Nature (WWF) combater o desmatamento seria uma das soluções que poderiam ter evitado os incêndios pelo o país e comprometem a qualidade do ar em várias regiões. Diversas ONGs rebatem que estariam por trás dos incêndios por causa de corte em repasse de recursos.

Levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) analisou o repasse de recursos federais para Organizações da Sociedade Civil (OSC) entre os anos de 2010 e 2018 e descobriu que apenas 2,7% das Organizações da Sociedade Civil (OSC) recebem recursos federais. Desse total, apenas 5% foram destinados à região norte (5%).

Os recursos que o governo suprimiu foram as doações internacionais ao Fundo Amazônia e eles subsidiavam ações de combate ao desmatamento e a incêndios, entre outras coisas. Portanto a WWF alega que o corte em repasse de recursos causou foi a redução na capacidade do Estado de combater o desmatamento e os incêndios.

O número de focos de queimadas cresceu 70% este ano. Ao todo, o Brasil registrou 66,9 mil pontos, segundo a medição do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Segundo os números do Inpe, o bioma mais afetado é o da Amazônia, com 51,9% dos casos. Historicamente, nessa região, o uso do fogo está diretamente ligado ao desmatamento, pois é uma das técnicas do desmatamento. Os 10 municípios da Amazônia com mais focos de fogo são os mesmos com mais desmatamento.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia