JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 16 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Pesquisa mostra que a partir deste mês contingenciamentos irão afetar aulas em universidades

Os cortes serão em projetos de atendimento médico à comunidade em hospitais e clínicas de psicologia e nutrição, suspensão bolsas de extensão e entre outros

18/08/2019 - 00:00:00.

O G1 realizou uma pesquisa e entrou em contato com 68 instituições para elencar os impactos dos contingenciamentos nas universidades federais brasileiras. Recebeu respostas de 37 delas; sem recursos e enfrentando cortes na verba desde 2015, as instituições estão planejando restrições ainda mais drásticas caso o orçamento não seja liberado.

O Ministério da Educação foi alvo de dois contingenciamentos neste ano, determinados pelo governo federal como forma de enfrentar a crise econômica. Em março, foram bloqueados R$ 5,8 bilhões. Em abril, o MEC anunciou o bloqueio de 30% da verba das universidades e disse que poderia liberar o dinheiro se a economia fosse retomada ou a reforma da previdência fosse aprovada. Em julho, outro decreto bloqueou R$ 348,47 milhões da pasta.

O contingenciamento do orçamento da Educação deverá afetar pesquisas e ações de extensão em ao menos 21 universidades federais neste segundo semestre. Se não for revertido, as aulas poderão ser suspensas a partir de agosto em dez universidades (duas em agosto, seis em setembro e duas em outubro). Outras sete não apontaram data, mas afirmaram que a situação está indefinida.

Cinco universidades disseram que já tinham dívidas acumuladas ao fim de 2018 e nove preveem acumular dívidas até o fim de 2019.

Os cortes serão em projetos de atendimento médico à comunidade em hospitais e clínicas de psicologia e nutrição, suspensão bolsas de extensão, corte de cursos voltados à comunidade, como os preparatórios para o vestibular e Enem, e até a capacitação de profissionais da educação básica.

As aulas poderão ser suspensas nas seguintes universidades a partir de:

• Agosto: UFCSPA (já ocorre) e UFPR (fim de agosto)
• Setembro: UFAC; UFPE; UFFRJ; UFRRJ; Unipampa; e UFPel
• Outubro: UFG (Jataí) e UFRJ

As instituições que participaram do levantamento feito pelo G1 foram contatadas no começo de agosto por telefone e e-mail e responderam a um questionário que abordava cinco temas principais do contingenciamento: 1 - Ensino; 2- Extensão; - 3 - Pesquisa; 4 - Gestão; 5 - Dívidas. Havia perguntas fechadas e abertas. As respostas abertas foram posteriormente tabuladas a partir dos itens em comum.

*Com informações do G1
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia