JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 21 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Suspensão temporária de serviços ajuda na economia de quem fica longe de casa por um mês ou mais

Cada empresa tem uma política própria sobre esse assunto. Vale se informar a respeito, porque em muitos casos pode ser vantajoso

17/07/2019 - 00:00:00. Última atualização: 17/07/2019 - 13:46:59.

Muitos consumidores se perguntam se podem suspender alguns dos serviços continuados, como telefone, internet, TV a cabo e até energia elétrica, quando ficam fora de casa por um período muito longo. Esta possibilidade realmente existe e pode garantir certa economia, principalmente se a casa permanecer fechada, seja durante as férias, seja em uma viagem mais longa a trabalho ou por algum outro compromisso que obrigue o morador a se ausentar.

Serviços de telefonia. A suspensão temporária dos serviços regulados pela Anatel (telefone fixo, celular, internet e TV por assinatura) pode ser solicitada uma vez por ano, pelo período de 30 a 120 dias. Para obtê-la, o consumidor precisa estar em dia com os pagamentos e ter mais de um ano de contrato. O pedido deve ser feito diretamente ao SAC da empresa fornecedora do serviço e é importante que o consumidor guarde o protocolo de atendimento, caso necessite contatar novamente a empresa por este assunto.

Água. A orientação da Codau é para que as pessoas chequem sempre as torneiras e válvulas de descarga da casa, bem como a caixa d’água, se está tudo funcionando normalmente e sem vazamentos. Outra dica também é fechar o registro do hidrômetro enquanto estiver fora. Essas medidas evitam o desperdício. Caso a pessoa queira solicitar o corte temporário do abastecimento, é possível, porém, este serviço tem um custo de R$28,24 para o desligamento e a taxa de religação é de R$88,75. A tarifa mínima, na categoria residencial é de R$49,96, de 0 10m³, portanto, pode não ser vantajoso solicitar o desligamento, já que se não houver consumo, a pessoa vai pagar apenas a taxa mínima. Caso a pessoa queira solicitar mesmo assim o desligamento, não há prazo máximo, a água pode ficar desligada por tempo indeterminado, seja 30, 60, 90 dias ou mais. É preciso estar com as contas de água em dia para solicitar o desligamento e o religamento.

Energia Elétrica. Com relação à energia elétrica, assim como no caso da telefonia, a melhor opção é pedir o desligamento e a religação. Também é importante checar com a companhia distribuidora de energia se há taxas para a interrupção e para o reestabelecimento do serviço. Se os valores compensarem, a empresa tem até três dias úteis para desligar e seis dias úteis para religar. Para pedir essa suspensão, o consumidor precisa estar com a conta de luz em dia.

Um jeito mais simples, neste caso, é o próprio consumidor desligar o disjuntor geral da casa, sem esquecer dos alimentos conservados em geladeiras e freezers. Caso tenha algo, o melhor é consumi-lo antes para não desperdiçar.

Outros serviços. Se houver a necessidade de ficar longos períodos fora do domicílio, o consumidor precisa verificar se é possível pedir também a suspensão temporária de outros serviços que tem assinatura ou são contratados, como academia, cursos, assinaturas de revistas e jornais. Para estes, a primeira providência é olhar o contrato e ver se há alguma cláusula que possibilita a suspensão temporária.

Caso não exista referência no contrato (ou se não tiver o contrato) sobre o assunto, o ideal é contatar a empresa para saber se existe essa possibilidade, por quanto tempo, se há taxas para isso e o que precisa fazer para pedir a interrupção e a reativação.

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia