JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 15 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Avó é condenada a 186 anos de reclusão após estuprar quatro netos

A acusada cuidava dos netos enquanto a filha, mãe das crianças, saía para trabalhar

19/06/2019 - 07:55:53. Última atualização: 19/06/2019 - 14:06:50.

Uma mulher de 54 anos foi condenada a 186 anos de reclusão em regime inicialmente fechado. Ela é acusada de ter estuprado quatro netos, com idades entre 1 e 6 anos. Os crimes teriam ocorrido antes de 9 de outubro de 2018, segundo a acusação, e foram praticados na região aonde a família mora, em Recanto das Emas, no Distrito Federal. Segundo a denúncia, a acusada cuidava dos netos enquanto a filha, mãe das crianças, saía para trabalhar.

Uma das filhas da mulher, de 17 anos, desconfiou que ela estava lhe filmando nua. Para comprovar as suspeitas, ela procurou pelo celular da mãe para ver as imagens e descobriu diversos vídeos e imagens dos sobrinhos. Após confirmar os abusos, ela contou para a irmã, mãe das crianças.

A polícia foi acionada e recolheu o celular e o computador da avó para análise. A perícia encontrou diversos arquivos que confirmaram os crimes. Além de produzir, fotografar, filmar e registrar cenas de sexo e pornografia envolvendo os quatro netos e a filha adolescente, ela manteve conjunção carnal com a criança mais velha, de 6 anos, e praticou atos libidinosos com as outras.

O promotor de Justiça Criminal que atuou no caso, Cláudio João Medeiros, relatou ter ficado impressionado com a crueldade dos crimes. Em razão dos traumas sofridos, as crianças e a mãe se submetem, atualmente, a tratamento psicológico.

*Com informações do Estado de Minas e Ministério Público do Distrito Federal

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia