JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Astrônomos detectam massa misteriosa abaixo de cratera na Lua

A área foi 'rebaixada' em mais de 800 metros, segundo as observações dos pesquisadores

17/06/2019 - 00:00:00. Última atualização: 17/06/2019 - 14:33:32.

Foto/Nasa/Goddard Space Flight Center/University of Arizona


Estranha massa abaixo da superfície da lua é detectada

Estudo de pesquisadores dos Estados Unidos revelou uma massa misteriosa que tem causado anomalias gravitacionais na Bacia do Polo Sul-Aitken, uma enorme cratera localizada na Lua. A área foi “rebaixada” em mais de 800 metros, segundo as observações dos pesquisadores.

A cratera Polo Sul-Aitken não é visível da Terra, mas ela compõe cerca de um quarto da superfície lunar. A massa secreta foi descoberta a partir de dados de missão da Nasa, quando um par de sondas mapeou o campo gravitacional da Lua entre 2011 e 2012 para entender melhor sua estrutura interna. A partir de então, foi possível detectar uma anomalia no campo gravitacional e ainda se descobriu que havia baixa densidade na cratera lunar, quando comparado a outras regiões da superfície lunar.

“Imagine pegar uma pilha de metal cinco vezes maior do que o Havaí e enterrá-la embaixo da superfície. Isso é o quão inesperada é a massa detectada”, afirmou o geólogo Peter James, da Universidade Peter James of Baylor, dos Estados Unidos.

Uma das explicações para a presença da famigerada massa é que o metal do asteroide que formou a cratera Polo Sul- Aitken ainda está abaixo do manto lunar. Outra explicação é o vulcanismo: a Lua um dia teve lava e alta concentração de óxidos de titânio em seu manto, o que causou o resfriamento e a solidificação de oceanos de magma. A Lua perdeu muita energia térmica e a grande massa dos óxidos pode ainda estar concentrada na cratera.

*Com informações da revista Galileu

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia