JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 16 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Vítimas da lama de Brumadinho que são beneficiários do Bolsa Família podem ficar sem auxílio

Após a renda do auxílio emergencial da Vale ser contabilizada, ultrapassar meio salário mínimo mensal, a família deve solicitar o desligamento voluntário do Bolsa Família

19/05/2019 - 00:00:00.

Quem recebe auxílio do Programa Bolsa Família (PBF), do governo federal e foi atingido pela tragédia da Vale em Brumadinho deverá ficar sem receber o valor nos próximos meses. A informação foi repassada pelo Ministério da Cidadania, responsável pelo programa, por meio de ofício enviado a Prefeitura da cidade.

"Se a nova renda familiar per capta (por pessoa), após a renda do auxílio emergencial da Vale ser contabilizada, ultrapassar meio salário mínimo mensal, a família deve solicitar o desligamento voluntário do Bolsa Família”, afirmou o secretário nacional de Renda de Cidadania do ministério, Tiago Falcão Silva.

A solicitação de desligamento das famílias ocorreu após a Prefeitura de Brumadinho receber um comunicado do Ministério da Cidadania informando sobre procedimentos a serem tomados após o pagamento de auxílio mensal emergencial pela Vale aos moradores da cidade, em decorrência do rompimento da barragem da Vale, em 25 de janeiro.

O Secretário destaca que as famílias que estão recebendo o dinheiro da Vale devem atualizar as informações relativas à renda de seus membros junto à equipe municipal do cadastro único do Bolsa Família.
 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia