JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Júri popular absolve mototaxista da acusação de tentativa de homicídio

O advogado de defesa, Leuces Teixeira, conseguiu comprovar que o acusado não teve envolvimento com o crime

18/05/2019 - 00:00:00. - Por Marconi Lima Última atualização: 18/05/2019 - 18:05:23.

Em julgamento popular, o mototaxista Robson Rezende de Souza foi absolvido por tentativa de homicídio. O advogado de defesa, Leuces Teixeira, conseguiu comprovar que o acusado não teve envolvimento com o crime. 

Em 2008, durante evento no bairro Alfredo Freire, várias barracas foram montadas na via pública para a comemoração de festa de folia de reis. Durante a noite, um motociclista não se atentou à sinalização, bateu contra um dos toldos e morreu. No dia seguinte, quando funcionários da Prefeitura recolhiam o material, uma pessoa em uma moto azul ameaçou os servidores e tentou disparar contra eles, porém a arma falhou. O acusado teria dito que a pessoa que morreu seria seu sobrinho e que teria sido por culpa da falta de sinalização. Essa pessoa teria dito que mataria um dos funcionários que estavam no local, por conta do acidente que terminou com a vítima fatal.

À época, Robson de Souza Rezende foi acusado pela tentativa de homicídio. De acordo com o advogado de defesa do réu, Leuces Teixeira, testemunhas à época acusaram um mototaxista da tentativa de efetuar os disparos contra os servidores municipais. “O Robson à época era mototaxista, morador do Alfredo Freire. E testemunhas afirmaram, naquele janeiro de 2008, que uma pessoa, em uma moto azul, placa de mototáxi, tentou atirar nos funcionários que trabalhavam no local onde ocorreu a festa. E Robson era mototaxista e muito conhecido no Alfredo Freire. E as investigações levaram a concluir que ele era suspeito”, falou Leuces. 

Porém, o advogado lembra que Rezende nunca foi proprietário de moto na cor azul. Leuces disse ainda que a pessoa que morreu no acidente não era conhecida do acusado e também não era parente. “Identificamos falhas na investigação, comprovamos durante o julgamento, e os jurados absolveram o Robson da acusação de tentativa de homicídio”, frisou Leuces Teixeira.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia