JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 28 de maio de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Educadora física revela que prática de Pilates corrige a postura e alivia a dor

Além de tonificar a musculatura e aliviar as dores, os exercícios podem ajudar na perda de peso

Última atualização: 20/08/2017 - 09:31:41.

Foto/Reprodução

A produção de massa magra promovida pelo método estimula o metabolismo e pode acelerar o emagrecimento

O Pilates pode ajudar na perda de peso, mas o seu objetivo não é a queima de calorias, pois não é uma atividade cardiovascular. O foco do Pilates está em tonificar a musculatura, deixando o corpo mais delineado, como também em atuar na melhora da postura, flexibilidade e força muscular. Quem garante é a mestre em Educação Física e doutoranda em Educação, Sandra Nascimento, que é personal trainer e professora de Pilates, entre outras modalidades.

Ela observa que a produção de massa magra promovida pelo método estimula o metabolismo e pode acelerar o emagrecimento; no entanto, a prática é mais voltada para auxiliar na definição muscular, no alívio de dores, fortalecimento muscular, flexibilidade e melhoramento postural. A especialista observa que qualquer pessoa pode praticar Pilates e a modalidade não oferece risco algum à saúde, desde que seja ministrada por um profissional capacitado.

Há quem sofra com hérnia de disco e outros problemas na coluna que procuram o Pilates. Por isso, Sandra Nascimento ressalta que o método auxilia significativamente na redução e até na eliminação total dos desconfortos. Ela esclarece que o Pilates não tem os mesmos efeitos da musculação, porque o seu propósito é fortalecer a musculatura para favorecer a redução máxima de dores. Isso porque dentre os principais objetivos da musculação está a hipertrofia muscular, o que o Pilates não busca.

Segundo a professora, a prática também é diferente da Yoga, que tem como objetivo o equilíbrio da personalidade, aspecto não trabalhado no Pilates, cuja técnica é indicada para pessoas que não se identificam com aulas de ginástica em grupo e nem com as séries de musculação. “É indicado ainda para quem tenha algum tipo de desconforto causado pela postura inadequada e àqueles que recebem recomendações médicas para o alívio de dores proporcionadas por hérnias de disco e outros problemas relacionados à coluna e demais articulações”, esclarece a professora Sandra Nascimento.

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia