JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 13 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Estudo do Ipea propõe mudar prioridade para expansão da banda larga da internet

O objetivo é embasar as políticas do governo visando a universalização da internet no Brasil

Última atualização: 07/06/2017 - 09:14:28.

Um estudo apresentado ontem (6) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostrou que a expansão da banda larga priorizando municípios com maior população tem a capacidade de beneficiar um maior número de pessoas do que se forem priorizados municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O objetivo do estudo é embasar as políticas públicas do governo para a universalização da internet no Brasil.

O estudo, apresentado em um seminário na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), avaliou o impacto da construção de 20 mil quilômetros de fibra óptica, de acordo com cada um dos critérios. Nos municípios priorizados pelo menor IDH, a população total atingida pela infraestrutura seria de 6 milhões de habitantes. Se forem priorizados os municípios com maior população, a mesma infraestrutura poderia beneficiar 12 milhões de habitantes.

O presidente do Ipea, Ernesto Lozardo, explicou que o estudo está colocando as alternativas para o governo decidir para onde quer caminhar com os investimentos de internet. “Se você leva a internet à população com baixo IDH e não tiver mercado, não tiver demanda, é um investimento perdido, gastos não produtivos. Ao passo que se for para uma população maior, que tem uma demanda garantida, tem uma rentabilidade maior para o investimento”, disse.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia